Meia pensão ou pensão completa: qual a opção certa para si?

Cá está um dos dilemas recorrentes na vida da maior parte dos viajantes: meia pensão ou pensão completa? Nós ajudamos à decisão, com argumentos irrefutáveis.

Meia pensão ou pensão completa: qual a opção certa para si?
A escolha depende muito dos seus objetivos para a viagem em causa.

Hotéis e hostels em todo o mundo aos melhores preçosTrata-se de uma escolha com a qual todos os viajantes já se depararam: meia pensão ou pensão completa? Cada um com as suas vantagens e desvantagens, estes regimes de alojamento foram criados para satisfazer diferentes clientes, com diferentes expetativas e objetivos relativamente à viagem em causa.

Para que seja mais fácil tomar uma decisão da próxima vez que a questão surgir na sua vida, vamos apresentar-lhe alguns dados e argumentos absolutamente irrefutáveis. Se ainda tem dúvidas, prepare-se para ficar a saber se a escolha ideal para determinada viagem é ficar num hotel optando pela meia pensão ou pela pensão completa.
 

Meia pensão ou pensão completa: qual a escolha certa?

 

Meia pensão

Em que consiste este regime
  • Neste regime, você vai ter direito apenas ao pequeno-almoço e ao jantar – normalmente, estão incluídas bebidas não alcoólicas, como água e sumos;
  • Qualquer refeição ou bebida consumida no hotel fora destes períodos será cobrada, na hora ou posteriormente.

Quais os casos em que é a escolha correta?
  • A meia pensão é perfeita para quem não pretende ou não pode ficar muito tempo no hotel;
  • Exemplo 1: turistas  que pretendem passar o dia a explorar a fundo as cidades em que se encontram, quiçá visitando um pouco mais do que os habituais locais turísticos;
  • Exemplo 2: profissionais que tenham previsto passar os dias em extensas reuniões, com um almoço rápido pelo meio.

Quais as principais desvantagens?
A principal desvantagem é que vai ter de prever o investimento extra necessário para almoçar fora todos os dias – dado que a restauração nem sempre é barata nos destinos selecionados, é bastante provável que se verifique um acréscimo ao valor investido na viagem.
 
 

Pensão completa

Em que consiste este regime
  • Neste regime, você tem direito a todas as refeições do dia: pequeno-almoço, almoço e jantar – normalmente, estão incluídas bebidas não alcoólicas, como água e sumos;
  • No entanto, quaisquer bebidas ou snacks consumidos no hotel fora destes períodos serão cobrados, na hora ou posteriormente.

Quais os casos em que é a escolha correta?
  • A pensão completa é ideal para quem pretende passar a maior parte do dia no hotel, usufruindo de todos os seus recursos (por exemplo, piscina, ginásio, bares e toda uma gama de outras infraestruturas);
  • Pode ainda ser perfeita para pessoas que gostam de relaxar durante o dia, apostando depois na exploração da vida noturna;
  • Por fim, este regime é também adequado a pessoas que gostam de fazer as refeições a uma hora certa, mantendo as suas rotinas habituais.


Quais as principais desvantagens?
A principal desvantagem é que fica “preso” ao hotel ou a áreas relativamente próximas do mesmo durante todo o dia – isto, a não ser que não se importe de faltar a algumas refeições já cobradas, pagando novamente o almoço noutro local.


Esperamos que as nossas considerações sobre meia pensão ou pensão completa tenham sido úteis para si, que tenha ficado com a noção de que deve fazer a sua escolha em função dos objetivos da estadia em causa. Qualquer que seja a sua decisão, deixamos-lhe os nosso votos de boa viagem!

As melhores viagens aos melhores preços. Tudo isto e muito mais com a nossa Newsletter!


Veja também: