As 6 melhores atrações abandonadas do mundo

Está preparado para um pequeno arrepio na espinha? Estas são as 6 atrações abandonadas mais assustadoras do mundo.

As 6 melhores atrações abandonadas do mundo
Estas são as atrações abandonadas mais assustadoras do mundo

Há quem anseie por adrenalina movida a medo. Se faz parte desse grupo, estas linhas são para si. Nada tema: estas atrações abandonadas são assustadoras, sim, mas não estão ao fundo da rua.


Atrações abandonadas? Quanto mais assustadoras melhor


Six Flags New Orleans, Nova Orleães, Estados Unidos da América

six flags

A culpa deste parque de diversões estar abandonado é do Furacão Katrina, de 2005. O espaço abriu cinco anos antes do desastre natural e era muito famoso e concorrido. Mas a tempestade deitou tudo por terra. Enquanto as entidades responsáveis não decidem o que fazer com o terreno, este parque transforma-se numa das atrações abandonadas mais assustadoras do mundo.


Eastern State Penitentiary, Filadélfia, Estados Unidos da América

eastern

Uma ex-penitenciária tem tudo para ser assustadora. Esta, em Filadélfia, já foi uma das maiores prisões dos Estados Unidos e deu abrigo (e castigo) a alguns dos criminosos mais perigosos entre 1829 e 1971. Além disso, quando o edifício foi evacuado foram descobertos 30 túneis, utilizados para a fuga de alguns prisioneiros.

Se é possível visitar a prisão? Sim, é. Mas algumas zonas estão fechadas por razões de segurança. Esta é considerada uma das prisões mais assombradas da América e isso dá-lhe acesso direto a esta lista das melhores e mais assustadoras atrações abandonadas.



Heritage USA, Carolina do Sul, Estados Unidos da América

heritage

Os Estados Unidos da América são peritos em atrações abandonadas. Esta é mais uma: um parque de diversões com temática religiosa inaugurado em 1980. Rapidamente se transformou numa das atrações mais populares do Estado americano.

Tinha um parque aquático, hotéis e ainda um estúdio televisivo. Ironicamente as razões que fizeram com que o parque fechasse foram tudo menos religiosas: um escândalo matrimonial de um dos donos, problemas com as finanças e ainda, para terminar tudo de forma pior, o Furacão Hugo de 1989.



Spreepark, Berlim, Alemanha

spreepark

Um parque de diversões abandonado? Já vemos algumas pessoas a esfregar as mãos de satisfação. O Kulturpark Plänterwald abriu em 1969 e estava cheio de montanhas-russas e atrações bem perigosas e cheias de adrenalina.

Em 2002 a família que geria o parque decidiu mudar seis das suas maiores atrações para o Peru, onde estavam a tentar montar um parque do mesmo género e o interesse começou a diminuir. Entretanto as visitas guiadas deixaram de ser permitidas mas isso não tem impedido os mais curiosos de ir espreitar e fotografar o parque.



Craco, Itália

craco

Deixamos agora os parques de diversões para passarmos para localizações reais, onde viviam pessoas. Craco fica na província de Matera, em Itália, e era uma cidade bastante turística, muito devido à sua história antiga, que remonta a 1060. Tinha uma grande igreja, uma universidade e era grande o suficiente para estar dividida em duas zonas.

No entanto, em 1963 as más colheras agrícolas levaram muitas pessoas a deixar a zona. Em 1980 um terramoto fez com que o resto dos habitantes abandonassem a cidade e assim nasceu uma das atrações abandonadas mais famosas do mundo. Até já apareceu em filmes, como “A Paixão de Cristo” e é uma das mais fotografadas.

 

Gulliver’s Kingdom, Kamikushiki, Japão

gulliver's

Claro que uma das atrações abandonadas mais arrepiantes do mundo tinha de estar no Japão. Este parque de diversões tem como tema a obra do escritor Jonatham Swift. Além de nunca ter tido muitos fãs, o parque pode ainda culpar o seu encerramento na sua localização. É que Aokigahara é também conhecida como a Floresta dos Suicídios.

Veja também: