As 20 melhores cidades para estudantes em 2017

A fazer planos para estudar fora do país? Então, vai gostar de conhecer a lista completa com as 20 melhores cidades para estudantes em 2017.

As 20 melhores cidades para estudantes em 2017
Estudar fora pode ser uma oportunidade única

O mote deste artigo é satisfazer a curiosidade dos entusiastas do intercâmbio. Se está a planear ir para fora de Portugal e investir na vida académica, precisa de conhecer o ranking das 20 melhores cidades para estudantes em 2017.

Preparado para fazer as malas e partir numa aventura? Antes de agarrar no passaporte e nos livros, tome nota dos destinos mais apetecíveis para este ano.

Quais são as melhores cidades para estudantes em 2017?

melhores cidades para estudar fora de Portugal

Paris perdeu o trono depois de viver quatro vitoriosos anos de reinado. Mas então, qual é a cidade que ocupa o topo da nossa lista? Prepare-se para descobrir um novo destino para estudantes e abra caminho para chegar a Montreal. Sim, a segunda cidade mais populosa do Canadá subiu seis posições e ocupa o pódio deste ranking, tornando-se na melhor cidade para estudantes em 2017.

A capital cultural do Canadá sempre foi presença certa na lista dos melhores sítios para viver e a razão é simples: Montreal é bonita, multicultural, bilíngue e tem alto índice de qualidade de vida. Para chegar ao topo do ranking, a cidade foi bem avaliada em seis categorias analisadas, inclusive no que diz respeito à “Visão do Estudante” – categoria criada este ano e que contou com a opinião de 18 mil estudantes sobre o sítio em que vivem.

Nesta nova categoria, em específico, Montreal conquistou o quinto lugar – mas, nem isso impediu a chegada ao topo da lista. Dentro desta análise, a cidade teve uma pontuação alta nos seguintes quesitos: custo de vida, hospitalidade e diversidade de atividades culturais e artísticas.

A grande ascensão de Montreal no ranking das melhores cidade para estudantes em 2017 segue um padrão nacional, afinal, o Canadá tem quatro outras cidades que subiram posições: Québec ficou em 72º, Ottawa em 26º, Toronto em 11º e Vancouver em 10º.

A ascensão das cidades na Europa e Ásia

A Europa também teve especial destaque nesta última edição do ranking -a Alemanha a mostrar Berlim e Munique entre as 10 melhores cidades para estudantes em 2017.

No Reino Unido, ainda que o Brexit tenha alarmado muitos estudantes, também houve largos passos positivos na lista dos melhores sítios para estudar em todo o mundo – em parte, isso aconteceu devido à queda do valor da Libra. Londres conta com duas posições acima e ocupa o terceiro lugar, geral do ranking, mas há mais: Manchester e Edimburgo estão no top 25. Mais cinco cidades britânicas foram muito bem avaliadas e subiram na lista.

Viena, Zurique e Barcelona são outros exemplos de cidades europeias que subiram e, na Ásia, Seoul, Tóquio, Hong Kong e Singapura têm destaque.

Austrália e estados Unidos perdem espaço no ranking para estudantes

O alto custo de vida puxou para baixo a maior parte das cidades norte-americanas. Como exceções, Nova Iorque e Boston subiram posições.

O mesmo aconteceu com algumas cidades australianas, que antes dominavam o ranking e, agora, perdem espaço para outras cidades na lista. Melbourne, Sydney, Brisbane e Canberra mantiveram os seus nomes no top 25.

Veja o ranking com as 20 melhores cidades para estudantes em 2017

  1. Montreal
  2. Paris
  3. Londres
  4. Seoul
  5. Melbourne
  6. Berlim
  7. Tóquio
  8. Boston
  9. Munique
  10. Vancouver
  11. Hong Kong
  12. Toronto
  13. Sydney
  14. Singapura
  15.  Zurique
  16. Viena
  17. Kyoto-Osaka-Kobe
  18. Edimburgo
  19.  Nova Iorque
  20. Brisbane

O ranking QS de Melhores Cidades para Estudantes: como funciona?

Publicado anualmente, o ranking QS considera dezoito indicadores agrupados em cinco grandes áreas:

  • Qualidade de vida;
  • Diversidade dos estudantes;
  • Custo de vida;
  • Oportunidades de trabalho (após a graduação);
  • Posição das universidades da cidade no Ranking QS de Universidades.

Já viu o ranking das melhores universidades portuguesas? Se a sua opção é manter-se dentro de fronteiras, não deixe de espreitar.

Veja também: