As 10 melhores cidades para viver em 2016

Melbourne ocupa o primeiro lugar na lista das melhores cidades para viver em 2016. Conheça as restantes cidades deste top. 

As 10 melhores cidades para viver em 2016
Sabe quais são as melhores cidades para viver em todo o mundo? Surpreenda-se!

Já é conhecido o ranking das melhores cidades para viver em 2016. A lista foi elaborada pela unidade de estudos da revista The Economist, a Economist Intelligence Unit, com base numa análise às condições de vida de um total de 140 cidades. 

A estabilidade, os cuidados de saúde, a cultura, o ambiente, a educação e as infraestruturas foram as variáveis analisadas – numa escala de 1 a 100 – e que permitiram auferir quais as melhores (e piores) cidades para viver. A julgar pelo ranking, a Austrália e o Canadá tem várias razões (ou melhor, cidades) para sorrir. 
 

O top 10 das melhores cidades para viver em 2016


Melbourne, Austrália        

Pelo sexto ano consecutivo, a cidade de Melbourne, na Austrália, foi considerada a melhor cidade para se viver no mundo, com uma avaliação de 97.5.



Viena, Áustria        

A cidade austríaca ficou logo abaixo de Melbourne, com uma avaliação de 97,4. 



Vancouver, Canadá

Com uma avaliação de 97,3, Vancouver é a primeira cidade canadiana a constar do ranking. 



Toronto, Canadá

Logo depois de Vancouver está outra cidade canadiana. Toronto teve uma avaliação de 97,2. 



Adelaide, Austrália    

A segunda australiana da lista teve uma pontuação de 96,6. 



Calgary, Canadá

Mais uma canadiana. Com uma avaliação de 96,6, Calgary ocupa a 6ª posição da tabela.  



Perth, Austrália    

E nesta quase alternância entre Canadá e Austrália, surge outra cidade Australiana. A cidade de Perth teve uma classificação de 95,9. 



Auckland, Nova Zelândia    

A cidade Nova Zelandesa teve 95,7 de avaliação. 



Helsínquia, Finlândia    

Surge uma europeia na lista. Com 95,6, Helsínquia ocupa a nona posição do top 10. 



Hamburgo, Alemanha    

O último lugar deste top 10 cabe a outra cidade europeia. Desta feita na Alemanha. Hamburgo teve uma classificação de 95. 
 
Menos razões para sorrir terão as cidades que ocupam os últimos lugares desta lista de 140 cidades. De acordo com os dados do ranking divulgado pela Economist Intelligence Unit, a pior cidade para viver é Damasco, na Síria, que teve uma classificação de 30,2. Segue-se logo depois a cidade de Tripoli, na Líbia, que teve uma pontuação de apenas 35,9. 

Para ter uma ideia, os últimos lugares da tabela são ocupados pelas seguintes cidades:
  • 131. Kiev, Ucrânia
  • 132. Douala, Camarões
  • 133. Harare, Zimbabwe
  • 134. Karachi, Paquistão
  • 135. Argel, Argélia
  • 136. Port Moresby, Papua-Nova Guiné
  • 137. Dhaka, Bangladesh
  • 138. Lagos, Nigéria
  • 139. Tripoli, Líbia
  • 140. Damasco, Síria


As 10 melhores cidades para viver em 2015

Em 2015, eram estas as 10 cidades que constavam do top das melhores para se viver: 
  1. Viena – Áustria
  2. Zurique – Suíça
  3. Genebra – Suíça
  4. Vancouver – Canadá
  5. Auckland - Nova Zelândia
  6. Dusseldorf – Alemanha
  7. Frankfurt – Alemanha
  8. Munique – Alemanha
  9. Berna – Suíça
  10. Sydney – Austrália

Veja também: