Os melhores desportos para crianças

A prática de exercício físico deve ser estimulada desde muito cedo, mas cada idade pede um tipo de desporto diferente. Veja as nossas sugestões.

Os melhores desportos para crianças
Opções baratas e saudáveis para os mais pequenos

Muitos pais reconhecem a importância dos desportos para crianças, pois estimular esse gosto é fundamental para que os miúdos cresçam habituados à prática desportiva. Só assim a criança consegue crescer de forma mais saudável, reconhecendo os benefícios do exercício físico regular. A ideia de que se devem inscrever os rapazes no futebol e as meninas no ballet desde cedo não está exatamente correta. Há outras questões a ter em conta, nomeadamente a idade das crianças.


Desportos para crianças: educar para a saúde


Até aos 6 anos

Os especialistas afirmam que as crianças até aos seis anos devem desenvolver atividades físicas onde se possam divertir e onde não haja a componente da competição. Para esta faixa, são aconselhados os desportos que envolvam água, como a natação. A partir dos três anos, aconselham-se também a ginástica e a dança, pois ajudam na promoção do equilíbrio e da coordenação motora. As atividades devem ser sempre acompanhadas por técnicos especializados e devem revestir-se exclusivamente de um carácter lúdico.


Dos 6 aos 11 anos

Nesta faixa etária, é importante ter em conta as preferências da criança devendo, porém, ser estimulada a prática de vários desportos, por exemplo, um em grupo e outro em equipa, excluindo as competições. O atletismo, o ballet, o vólei e o futebol podem ser boas opções, tanto para rapazes com raparigas. É ainda preferível que estes desportos sejam praticados perto de casa, não só por questões práticas e de gestão de tempo - é importante que a criança ainda tenha tempo para brincar e estudar -, mas porque promove a sua integração na comunidade, proporcionando-lhe sentimentos de pertença que são importantes.


A partir dos 12 anos

Levando em consideração as preferências da criança, os desportos em equipa (futebol, basquete, vólei, andebol) são recomendados especialmente a partir desta idade, pois já podem entrar em competições e campeonatos. Estes desportos para crianças ajudam a desenvolver a noção de cumprimento de regras, a saber respeitar os adversários e a trabalhar em equipa. São também importantes para os mais tímidos, pois desenvolvem a sociabilidade.

Regra geral, não são recomendados para os jovens desportos que envolvam algum risco, como é o caso do boxe, do esqui aquático, do alpinismo, exceto se forem praticados com uma grande supervisão.

Assim, os pais têm o dever de promover a prática de um desporto para as crianças, sendo que não é aconselhável a especialização num só desporto desde muito cedo. É benéfico que a criança possa experimentar vários, para poder, mais tarde, tomar decisões. A não esquecer ainda que a prática desportiva em excesso também se deve evitar e o acompanhamento médico é sempre aconselhável quando a criança entra em competições.
Veja também: