As 12 melhores dicas de alimentação de sempre

Quem não quer ser saudável? Compilámos para si as melhores dicas de alimentação de sempre. Descubra-as.

As 12 melhores dicas de alimentação de sempre
Mude os seus hábitos e sinta as diferenças

Ter hábitos alimentares saudáveis não tem de ser monótono. De acordo com a Direção-Geral de Saúde (DGS), uma alimentação saudável pressupõe uma seleção de alimentos variada já que “diferentes alimentos contribuem com diferentes nutrientes o que, potencialmente, enriquece o dia alimentar de cada pessoa”.  

Compilámos algumas das melhores dicas de alimentação de sempre que vai querer mesmo implementar no seu dia a dia. Mas já lá vamos: antes disso, tenha em mente a dica da DGS – “produtos hortícolas, frutos, cereais e leguminosas são alimentos ricos em fibra, vitaminas, sais minerais e com baixo teor de gordura, por isso devem ser os “alimentos base” do seu quotidiano”.

O objetivo final passa por encontrar um equilíbrio entre a energia que consome e aquela que gasta. Só dessa forma consegue evitar o terrível aumento de peso.


As melhores dicas de alimentação que pode conhecer


1. Não cozinhe durante demasiado tempo

O modo e tempo de preparação dos alimentos influencia o seu valor nutricional. Assim sendo, é importante que não cozinhe em excesso e em temperaturas demasiado altas os vegetais. Se assim for, está a potenciar a perda do valor nutricional desses alimentos. Cozinhe a vapor ou opte por saltear os vegetais com azeite – são estas as sugestões dos especialistas.



2. Mastigue lentamente

Assim que chegar à mesa, coma com calma. Os nutricionistas lembram que, em média, o organismo leva 20 minutos até iniciar o processo digestivo. Assim sendo, é benéfico mastigar muito bem todos os alimentos, principalmente os alimentos ricos em hidratos de carbono. Dessa forma vai dar tempo ao corpo de perceber que está realmente saciado.



3. Coma atum

É uma das melhores dicas de alimentação de sempre e é um dos alimentos mais baratos que vai encontrar na ida ao supermercado. Mas não é só: é uma ótima fonte de proteínas, vitamina D e ómega-3, ideal para combater o envelhecimento e fortalecer o sistema imunitário. Um snack de bolachas e atum é ideal para dar um boost saudável aos seus dias.



4. Prefira os frutos vermelhos

Devem fazer parte da sua dieta porque são uma das melhores fontes de antioxidantes. O consumo de frutos vermelhos ajuda a proteger o coração, a proteger a pele e a fortalecer o aparelho digestivo.



5. Prefira a couve-roxa

São vários os benefícios deste alimento. Rica em vitaminas C e E, ajuda a combater o envelhecimento e a controlar a pressão arterial. Com as mesmas propriedades antioxidantes dos frutos vermelhos, a couve-roxa fica mais em conta na altura de ir ao supermercado.



6. Coma peixe

Dizem os especialistas que consumir um prato de peixe por semana ajuda a reduzir o risco de Alzheimer em 60%. Assim sendo, opte por introduzir este alimento na sua dieta. Em Portugal não terá grandes dificuldades em encontrar peixe de qualidade.



7. Prefira o chocolate negro com 70% de cacau

Aqui está uma das melhores dicas de alimentação de sempre para quem não resiste a um doce. Mas não se esqueça de estar atento aos rótulos das embalagens. Prefira sempre o chocolate negro com pelo menos 70% de cacau.

O consumo moderado deste alimento ajuda a diminuir o risco de derrames, a combater o colesterol e a mantê-lo de bom humor. Os nutricionistas aconselham a limitar o consumo de chocolate a 30 gramas por dia – quatro cubos de uma barra ou um bombom.



8. Opte pelo feijão

São baratos, são uma excelente fonte de proteína e vão ajudá-lo a regular o aparelho digestivo. Por cada chávena de feijões consome 13 gramas de fibra.



9. Pipocas? Claro que sim!

Basta prepará-las no micro-ondas. Como? Coloque o milho num recipiente, tape e deixe “cozinhar” por 3 minutos. Aqui está um snack rápido e saudável que vai querer partilhar com a família e amigos.



10. “Faça” os seus próprios iogurtes de fruta

Ninguém resiste a um bom iogurte com sabor frutado. Mas prefira “fazer” os seus próprios iogurtes. Escolha sempre iogurtes naturais e coloque algumas fatias da sua fruta de eleição. Dessa maneira vai reduzir o número de calorias ingeridas e não vai ficar com peso na consciência.



11. Susbtitua a manteiga pelo abacate

Pode parecer estranho mas na altura de preparar os seus bolos ou bolachas caseiras de chocolate (com 70% de cacau) experimente substituir a manteiga pelo abacate. Vai diminuir drasticamente a quantidade de calorias da receita.



12. Beba água

Já todos ouvimos dizer que é importante beber cerca de 1,5l de água por dia. Os especialistas dizem que o consumo de água ajuda a impulsionar o metabolismo e a controlar o desejo de comer. Segundo investigadores holandeses, quem bebe mais água fica com menos fome e sente-se mais saciado.

Veja também: