AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Os melhores empregos para 2016

Se está numa fase decisiva da sua carreira e quer decidir (ou repensar) o caminho a seguir, conheça os melhores empregos para 2016.

Os melhores empregos para 2016
Quais serão as tendências do mercado de trabalho no próximo ano? Quais as profissões que estarão em alta? Ou quais os trabalhos com maior taxa de empregabilidade? Saiba a resposta.

"O que queres ser quando fores grande?"… Eis a pergunta que se impõe desde tenra idade. Todas as crianças a têm que ouvir. E certamente todos os profissionais se recordam de a ouvir. Claro que ao longo dos anos a resposta vai mudando. As crianças respondem, quase invariavelmente, coisas como polícia, bombeiro ou cabeleireira, por exemplo, mas com o passar dos anos tendem a dar outras respostas. E tudo porque começam a racionalizar mais profundamente a questão e têm em conta outros fatores, como a empregabilidade.

Facto é que a decisão da carreira é um assunto bem conhecido de todos e começa desde cedo a fazer parte da vida de qualquer profissional. E com o aproximar do novo ano, há quem procure definir (ou redefinir) as suas escolhas. Se está prestes a escolher um novo emprego, nós damos uma ajuda. Saiba quais são os melhores empregos para 2016.
 

Os 5 melhores (ou pelo menos muito bons) empregos para 2016

Há mais ou menos um ano atrás (mais coisa, menos coisa) falamos aqui dos empregos que estariam em alta para 2015. A listagem de então baseou-se em dados internacionais e colocava em destaque as áreas da Saúde, Engenharias ou Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). A boa notícia é que relativamente a essa lista, as perspetivas – em termos de emprego – continuam a ser boas. Por isso, se quiser investir numa carreira na gestão de marketing ou como web developer (dois dos exemplos citados), está no bom caminho.

Mas porque queremos que tenha mais (e diferentes) opções, hoje deixamos-lhe uma lista de empregos com muito potencial de empregabilidade (em Portugal e – especialmente – além fronteiras), que talvez queira analisar. Ora veja.


Receba os últimos artigos de emprego diretamente no seu email!  

1. Software application developers

As aplicações de software (principalmente as móveis) estão em alta no mercado e, como tal, não é de estranhar que a procura de profissionais para esta área esteja a aumentar (e muito!). Este é, sem dúvida, um emprego do futuro e com futuro. Afinal, basta pensar que grande parte dos profissionais precisa de quê para trabalhar? Exatamente, software. Os mais diferentes programas, com as mais distintas aplicações e funções. E, consequentemente, são precisas pessoas que criem estes softwares, que os desenvolvam e melhorem. Além de ser uma área com uma alta empregabilidade, é uma área com boas perspetivas de evolução (profissional e financeira).

 

2. Psicólogos organizacionais

Cada vez mais, certas empresas entendem a importância da natureza competitiva do mercado de trabalho e de que forma isso tem impacto no bem-estar psicológico dos seus colaboradores.  É aqui que entram os psicólogos organizacionais, na medida em que são responsáveis pelos testes e seleção dos profissionais. São também eles que introduzem certos princípios psicólogos no ambiente de trabalho que depois ajudam a fomentar a performance desses mesmos profissionais, com vista a melhorar o seu desempenho.

 

3. Analistas de informação

Os negócios estão a tornar-se cada vez mais científicos na forma como abordam as suas estratégias e, em muitos casos, baseiam-se em informação recolhida através de inquéritos e estudos (de mercado, por exemplo). Como resultado, a procura por profissionais especializados nesta área está a aumentar. Por isso se a estatística, sociologia e a os estudos de mercado/negócio o fascinam, talvez queira tentar a sua sorte nesta área.

 

4. Web designers

A par dos web developers estão os web designers. Os serviços de internet são uma área em (cada vez mais) franca expansão. E web designers vão “lucrar” com essa expansão, já que se perspetiva uma forte procura por estes serviços. Basta pensar que atualmente, o web design é muito mais do que era há 10 anos atrás. Mais do que fazer um site, trata-se de incorporar outras áreas, como o email marketing, por exemplo. E certamente não se vai ficar por aqui.

 

5. Engenheiros biomédicos

São a elite de pesquisa da área médica. São eles que desenvolvem novas soluções para os cuidados de saúde. O seu trabalho tem por finalidade preservar e melhorar a saúde das pessoas. E os importantes avanços tecnológicos que se perspetivam para os próximos nesta área vão ter um papel fundamental nesta tarefa. A procura por estes profissionais tem vindo a aumentar e espera-se que aumente ainda mais.

 

Uma questão de escolhas…

Estes empregos podem diferir em muitos aspetos, mas todos têm uma coisa em comum: todos terão bons índices de empregabilidade nos anos que se avizinham, o que faz deles uma boa escolha para quem se prepara decidir qual o rumo a seguir.

Claro que nem todos terão perfil ou vocação para estas profissões. Mas não se preocupe, o mundo também precisa de outros profissionais.

Aproveite e espreite também as profissões em falta em Portugal. Quem sabe aí não encontra algo mais ao seu “agrado”
 
Dois minutos chegam para concorrer ao emprego dos seus sonhos >> Veja também: