Os 6 melhores livros do ano

Apresentamos os nossos livros favoritos de 2017. Descubra alguns dos melhores livros do ano, de diferentes géneros, para agradar a todos.

Os 6 melhores livros do ano
Conheça a seleção para 2017

Dramas, policiais, romances históricos, de autores nacionais e internacionais: há de tudo um pouco na seleção do top 6 dos melhores livros do ano que preparamos para si. Aproveite os dias de férias para escolher um ou dois e colocar a leitura em dia.

Os melhores livros do ano: 6 sugestões a não perder

Policial


Escrito na Água, Paula Hawkins

Este thriller conta a história de Nel, que vivia obcecada com as mortes no rio, rio esse que já levara a vida de demasiadas mulheres, incluindo a melhor amiga da sua filha. E não é que a própria Nel aparece também morta? É aí que a sua irmã Jules entra em ação para perceber os segredos que escondem aquelas águas, tendo para isso que enfrentar recordações e medos terríveis. Este é um dos melhores livros do ano pela sua originalidade e suspense que prometem prendê-lo a cada uma das suas página. A obra conta com mais 20 milhões de exemplares vendidos e é da autora do best-seller mundial A Rapariga no Comboio.

Preço: 16,91€

ler

A Viúva Negra, Daniel Silva

Este livro é uma verdadeira teia de enganos. O espião e restaurador de arte Gabriel Allon, prestes a tornar-se chefe dos serviços secretos israelitas, é atraído para uma última operação no terreno: o ISIS explodiu uma bomba em Paris, e o governo francês quer que Gabriel elimine o homem responsável antes que este ataque novamente. Gabriel acaba por também infiltrar uma agente no mais perigoso grupo terrorista que o mundo algum dia conheceu: uma jovem médica, tão corajosa quanto bonita que irá passar por uma recruta do ISIS à espera do momento de agir. São os contornos desta missão que tornam a Viúva Negra num thriller fascinante com alguns laivos de romance.

Preço: 17,70€

ler 2

Drama


Confissões de Inverno, Brendan Kiely

Na categoria dos dramas surge um romance que aborda a vida de Aidan Donovan, de 16 anos, que se começa a desmoronar à sua volta. Face aos acontecimentos, procura refúgio no bar do pai e no padre Greg, o único adulto que o escuta. No entanto, este afeto pode ter outras pretensões, o que deixa Aidan numa situação de crise ainda mais profunda. Vira-se então para um novo grupo de amigos, de personalidades bem diferentes e de onde surgirá um romance ousado e corajoso. Este é o primeiro romance de Brendan Kiely, formado na Universidade de Nova Iorque e a exercer a profissão de professor do liceu.

Preço: 16,60€

book

Viajante à Luz da Lua, Antal Szerb

Surge mais um drama no top dos melhores livros do ano. Mihály é um homem de negócios de Budapeste que decide passar a sua lua-de-mel em Itália. No entanto, os problemas não demoram a aparecer, logo na primeira paragem – Veneza, problemas esses ainda mais acentuados em Ravena, quando um antigo amigo de Mihály perturba o casal com histórias do passado. Mihály acaba por fugir da mulher e inicia uma viagem de autodescoberta. Retratando uma história que divide desejo e dever, este romance trágico e até cómico, apesar de datar de 1937, só agora chega a Portugal. O prestigiado jornal The Guardian refere mesmo que “Não há ninguém que o tenha lido que o não tenha amado”.

Preço: 16,50€

ler 4

Romance


Cartas de Amor e da Guerra, Mikhail Chichkin

Mikhail Chichkin é o mais célebre autor russo da sua geração e criou uma história agora publicada nas bancas de Portugal que se torna um dos melhores livros do ano: são dois amantes, Vladímir, um soldado a lutar na China em plena Rebelião dos Boxers, e Aleksandra, que vive e trabalha em Petersburgo. A relação de ambos é mantida através de correspondência por carta e nem por isso perde intensidade. Cartas de amor e de guerra mostra que o amor não tem barreiras de espaço e de tempo. Novamente, o The Guardian refere mesmo que Chichkin é “o maior romancista vivo da Rússia”.

Preço: 22,01€

ler 6

Autores portugueses


Hoje estarás comigo no Paraíso, Bruno Vieira Amaral

Este livro reporta uma investigação que o personagem principal desenvolve referente ao assassínio do primo João Jorge – morto no bairro em que ambos viviam no início dos anos 80, investigação essa que acaba por ser uma forma de recuperar a sua própria memória do passado. Para a reconstituição da personalidade e do percurso da vítima, são utilizados os mais diversos materiais, desde arquivos da imprensa da época, arquivos judiciais, testemunhos de amigos e familiares e a própria literatura. Este é, sem dúvida, um dos melhores livros do ano, tendo até sido granjeado com o prémio José Saramago.

Preço: 17,70€

reading

Veja também: