Os 10 melhores países para empreender

Saiba quais são os melhores países para empreender, de acordo com um levantamento recente. No pódio estão maioritariamente países europeus.

Os 10 melhores países para empreender
Os melhores países para concretizar o seu sonho

Criar um negócio nunca é fácil. É preciso ter muita coragem, confiança, disciplina, motivação e muito mais. Um estudo recente, publicado pela revista Exame, mostra-nos quais são os melhores países para empreender em todo o mundo.

No topo da classificação estão países Europeus, Asiáticos e da América do Norte. No estudo foram inquiridas 16.000 pessoas acerca de atributos relacionados com determinados países, de modo a decidir quão bom é um país para empreender.

No ranking, Portugal apareceu em 23º lugar, o que significa que ainda temos algo a melhorar. No entanto, ficámos acima de países como o Brasil e a Grécia.
 

10 Países com excelentes condições para empreendedores


1. Alemanha

No topo da lista de melhores países para empreender vem a Alemanha, que se destacou graças ao desenvolvimento da sua infraestrutura, da especialização e educação da população e da segurança jurídica que uma empresa tem.

A Alemanha é muitas vezes vista como o céu para as Startups, graças ao ambiente empreendedor sentido no país, alimentado por histórias de sucesso como a SoundCloud.
 

2. Japão

Em segundo lugar vem o Japão, reconhecido mundialmente pela inovação em vários setores, como o tecnológico. O motivo para a Alemanha se ter destacado face ao Japão foi a relativamente baixa qualificação deste no acesso ao capital, e na transparência de práticas de negócios.
 

3. Estados Unidos

Parece estranho os Estados Unidos não terem aparecido em primeiro lugar entre os melhores países para empreender, mas isto deve-se à falta de transparência em negócios, e a ter uma população com uma educação ligeiramente inferior à da Alemanha ou do Japão, de acordo com os inquiridos.
 

4. Reino Unido

Atrás do Estados Unidos vem o Reino Unido, que apresenta boas classificações em todos os fatores considerados, mas ainda assim inferiores aos americanos. A grande falha do país está na inovação, de acordo com o estudo.
 

5. Canadá

Tal como os Estados Unidos e o Reino Unido, o Canadá tem uma economia bastante sólida que ajuda empreendedores a lutarem pelos seus sonhos, com vários recursos disponíveis para os mesmos. Falha, no entanto, em termos de inovação e especialização tecnológica.
 

6. Suécia

A Suécia tem também uma economia sólida como os exemplos dados acima, mas neste país a especialização tecnológica deixa algo a desejar, tal como a capacidade de inovação – ainda mais do que no Canadá.


7. Holanda

A Holanda vem em 7º lugar pelos mesmos problemas que a Suécia e o Canadá, mas com um grau de seriedade ainda maior. Neste, falha também o ambiente empreendedor. Ainda assim, encontra-se entre os 10 melhores.
 

8. Dinamarca

A Dinamarca oferece boas condições de acesso ao capital e boas infraestruturas, o que a coloca na lista dos melhores 10 países para empreender. Juntando isto a uma mão-de-obra especializada e transparência em práticas de negócios, temos um país acima de várias potências Asiáticas.


9. Singapura

A representar a Ásia entre os melhores países para empreender vem a Singapura, que tem crescido muito a nível económico nos últimos anos, e que não parece estar a querer abrandar. O próximo país Asiático seria a Coreia do Sul, em 12º lugar.
 

10.  Austrália

Por fim temos a Austrália, membro de várias organizações internacionais que a ajudam a ter um PIB per capita relativamente elevado, uma população qualificada e boas relações com o resto do mundo.
Precisa de dinheiro para começar um novo negócio? Agora é fácil! >>
Veja também: