Os melhores países para fazer negócios em 2016

Os melhores países para fazer negócios em 2016 têm todos características muito atraentes, e  alguns oferecem oportunidades irresistíveis.

Os melhores países para fazer negócios em 2016
Saiba onde investir este ano.

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancers

A Forbes fez uma lista dos melhores países para fazer negócios em 2016, como é habitual. O estudo tem em conta vários fatores acerca dos países em questão, fatores desde a taxa de desemprego  e inovação até à liberdade pessoal e económica que há no país.

Portugal ficou em 16º lugar na lista, tendo subido 5 posições desde o ano passado. Mais um bocado e chegamos ao top 10!
 

Os 10 melhores países para investir em 2016

 

1. Dinamarca

Com uma economia de mercado moderna, setor agrícola de alta tecnologia e uma taxa de inflação baixa, não é de admirar que a Dinamarca fique no topo da lista dos melhores países para fazer negócios em 2016. 

Na Dinamarca também existe alta qualidade de vida, fácil acesso à União Europeia e alta flexibilidade em termos de força de trabalho. Corrupção é quase inexistente.

 

2. Nova Zelândia

A Nova Zelândia subiu de 3º para 2º lugar na lista, mantendo o seu incrível crescimento. Com um setor industrial tecnologicamente desenvolvido, o país tem desenvolvido e expandido a sua capacidade no mercado internacional. Investiu também na inovação e no crescimento das suas infraestruturas.

 

3. Noruega

De 7º para 3º lugar, a Noruega tem crescido a olhos vistos e se assim continuar, poderá vir a destronar a Dinamarca nos anos que se seguem. O país tem uma rede protetora social para empreendedores, bem como um forte setor privado em crescimento.

 

4. Irlanda

A Irlanda passou recentemente pela crise económica, e ultrapassou-a com destaque. Apesar de a economia do país ter sofrido, os impostos baixos que as empresas têm que pagar têm servido de motivação para empreendedores de todo o mundo. A localização geográfica entre os E.U.A. e o Reino Unido também ajuda.

 

5. Suíça

A Suíça tem uma economia de mercado desenvolvida e próspera, pronta para qualquer inovação que apareça. Com uma força de trabalho altamente especializada e com altos rendimentos, é preciso apenas uma boa ideia e execução própria para ter sucesso por lá, tornando-se assim dos melhores países para fazer negócios.

 

6. Finlândia

Nos últimos anos a Finlândia tem-se tornado cada vez mais competitiva no fabrico de várias matérias-primas. Em termos de processos legais não há grandes demoras, o que atrai vários empreendedores.

 

7. Canadá

Desde o Segunda Guerra Mundial que o Canadá tem estado em crescimento no setor terciário e industrial, o que fez com que passasse de um país rural para um com uma indústria tecnologicamente desenvolvida. A qualidade de vida é excelente por lá, dando grande estabilidade a quem decide arriscar.

 

8. Singapura

Com um dos maiores PIB per capita do mundo, Singapura oferece grande estabilidade a qualquer empreendedor. Baixos níveis de corrupção e uma economia em crescimento oferecem um cocktail perfeito para qualquer negócio.

 

9. Holanda

De volta à Europa temos a Holanda, com um setor industrial estável  com um papel muito importante no seio da União Europeia.  O setor  agrícola é altamente desenvolvido, e com apenas 2% da população a trabalhar nele faz da Holanda um dos grandes exportadores agrícolas a nível mundial.

 

10. Reino Unido

Em último lugar, mas ainda dos melhores países para fazer negócios, o Reino Unido vem parar à lista graças à enorme facilidade em criar negócios do país, fácil acesso ao mercado europeu e fracas barreiras ao empreendedorismo. De acordo com um estudo feito pelo Banco Mundial, são precisos apenas 13 dias para abrir um negócio no país.
 
 

Top 10 dos melhores países para fazer negócios em 2015 

1. Dinamarca
2. Hong Kong
3. Nova Zelândia
4. Irlanda
5. Suécia
6. Canadá
7. Noruega
8. Singapura 
9. Suíça
10. Finlândia

Em 2015, Portugal aparecia em 21º lugar neste ranking da Forbes.
 
 
Veja também: