Os 12 melhores restaurantes do mundo

Já se imaginou a jantar no melhor restaurante do mundo? Então descubra quais os melhores entre os melhores.

Os 12 melhores restaurantes do mundo
À sua espera está uma experiência gastronómica inesquecível

As Estrelas Michelin estão para os restaurantes como os Óscares estão para os filmes e atores. As estrelas Michelin distinguem a excelência não só dos pratos, mas também do serviço de um restaurante, e apenas os melhores dos melhores conseguem tamanha distinção.

Não é, por isso, de estranhar que quando um restaurante é agraciado com a chancela Michelin se torne um verdadeiro hotspot gastronómicos, onde, por vezes, meses de lista de espera podem tornar uma refeição numa experiência gastronómica inesquecível. Aqui fica a lista dos melhores restaurantes do mundo.

O top 12 dos melhores restaurantes do mundo

Noma (Copenhaga, Dinamarca)

noma

Entre 2010 e 2014 foi considerado o melhor restaurante do mundo. E a marca parece não cair. O Noma é um dos melhores e mais exclusivos restaurantes do mundo e conta com a chancela da Michelin.

A cozinha está sob os comandos do chef René Redzepi que, juntamente com a sua equipa, criou uma ementa que se assume com uma interpretação da cozinha nórdica.

The Fat Duck (Berkshire, Reino Unido)

fat duck

Se acompanha o Masterchef Australia, certamente já ouviu falar deste restaurante e do seu chef, Heston Blumenthal. Este bistro com toque francês fica localizado em Bray, Berkshire (no Reino Unido) e conta com três estrelas Michelin. Tantas como o tempo da lista de espera por uma mesa, que é de cerca de três meses.

Ledbury (Londres, Reino Unido)

ledbury

É liderado pelo chef Brett Graham, que veio desde a Austrália até ao Reino Unido para abrir o The Ledbury, em 2005. Conta com duas estrelas Michelin e é número 20 na lista dos 50 melhores restaurantes do Mundo (The World’s 50 Best).

Osteria Francescana (Modena, Itália)

osteria

É o eleito italiano de 2016 na lista dos melhores restaurantes do Mundo. Este restaurante Italiano do chef Massimo Bottura conta com três estrelas Michelin e os menus de degustação vão dos 220 aos 250€.

Restaurant Le Meurice (Paris, França)

le meurice

O Restaurant Le Meurice faz parte de um hotel de luxo, situado nos limites dos jardins de Tuileries, uma localização privilegiada, a que se junta uma decoração refinada.

O conceituado chef de cozinha Alain Ducasse (nome que dispensa apresentações no mundo da gastronomia), tomou as rédeas da cozinha do Le Meurice em 2013, trazendo consigo as tão afamadas estrelas e devolvendo toda a glória ao restaurante.

El Cellar de Can Roca (Girona, Espanha)

el celler de can roca

É outro dos que consta na lista dos 50 melhores restaurantes do Mundo. Sob os comando do chef Joan Roca, este “restaurante free-style” como é descrito, conta com três estrelas Michelin.

Sukiyabashi Jiro (Tóquio, Japão)

jiro

É considerado o melhor restaurante de sushi do mundo e nem a localização (uma estação do metro) o afastou das três estrelas Michelin que detém. O dono e chef Jiro Ono, ainda no ativo aos 90 anos, gere o restaurante que – apenas com 10 lugares – é um dos mais exclusivos do mundo.

Eleven Madison Park (Nova Iorque, Estados Unidos da América)

madison

A cozinha está nas mãos do chef Daniel Humm, que conquistou a sua primeira estrela Michelin com apenas 24 anos. O chef juntou-se a Will Guidara, para abrir o Eleven Madison Park em 2006 e desde então o calibre do espaço tem vindo a destacar-se, pelos pratos e pela excelência no serviço. Conta com três estrelas Michelin.

Gaggan (Bangkok, Tailândia)

gaggan

O restaurante tem o nome do seu chef (Gaggan Anand), que depois de uma passagem pelo restaurante El Bulli (onde estagiou com Ferran Adrià) foi abalar – pela positiva – a indústria da restauração na Tailândia. No Gaggan, o chef Anand oferece uma cozinha indiana progressista, que levam os felizardos que por lá passam numa viagem pelos sabores da cozinha indiana.

Alinea (Chicago, Estados Unidos da América)

alinea

O Alinea abriu em 2005 e desde então é um sucesso americano. Um dos pontos altos – e mais difíceis de reservar também – é a Mesa da Cozinha, onde grupos de seis podem experimentar a comida dos chefs dentro da própria cozinha. Há melhor do que isto? A experiência única chega aos 400€ por pessoa.

Azurmendi (Larrabetzu, Espanha)

azurmendi

O chef Aneko Atxa já conta com três estrelas Michelin e ficou em segundo lugar na lista dos melhores restaurantes de 2016. O menu de degustação, que ronda os 190€, bebe muito das tradições bascas e dos seus produtos sazonais.

Robuchon au Dôme (Macau, China)

dome macau

Antigamente era conhecido como Robuchon a Galera, mas agora o restaurante que fica no topo do Grand Hotel de Lisboa. Além da (muito) boa comida, ainda tem vistas incríveis sobre Macau.

Veja também: