Publicidade:

5 dicas para tornar o metabolismo rápido

Ter um metabolismo lento ou rápido não depende apenas de uns maus ou bons genes! Saiba como ter um metabolismo rápido através de algumas dicas.

5 dicas para tornar o metabolismo rápido
Saiba como pode acelerar o seu metabolismo

O metabolismo carateriza-se por um conjunto de transformações do corpo humano, através do qual as células são sintetizadas para diversos processos, como o de quebra das moléculas de glicose que serão transformadas em energia. Saiba como pode contornar o seu metabolismo, tornando-o num metabolismo rápido e, acelerar assim o processo de queima de gorduras.

5 dicas para ter um metabolismo rápido

1. Frutos secos

frutos secos

Os frutos secos são uma alternativa de snack saudável. Apesar de ainda serem apelidados de frutos gordos, são muito energéticos, ricos em gorduras saudáveis e fibras. Deste modo, ao consumir este tipo de frutos, está a contribuir não só para a perda de peso, como o combate ao colesterol.

A oferta é variada, e atualmente encontram-se à venda misturas de frutos secos a preços acessíveis. Uma opção muito saudável são as nozes. Para além de ser um dos alimentos com maiores benefícios cardiovasculares, são ainda ricas em ómega 3.

Por outro lado, são um alimento saciante e ajudam ainda a tornar o metabolismo rápido. Isto deve-se sobretudo ao facto de serem muito energéticas e ricas em fibras.

2. Alimentos com baixo teor glicémico

alimentos com baixo teor de açúcar

Uma forma de acelerar o seu metabolismo e queimar assim mais gorduras passa pela ingestão de alimentos com baixo teor de açúcar. São vários os alimentos que se inserem nesta lista: batata doce, chocolate negro, gelatina, linhaça e, de uma forma geral, os cereais integrais, entre outros.

Muitos destes alimentos são ricos em hidratos de carbono, mas com baixo teor de açúcar, como é o caso da batata doce. Comparativamente, a batata mais comum tem um índice glicémico muito mais elevado.

Deste modo, sempre que possível opte por cereais integrais, como, por exemplo o arroz ou a massa. Isto porque, para além da quase inexistência de açúcar – 100 gramas de arroz, contém apenas 0,4 gramas de açúcar – ambos garantem uma maior saciedade. Ao serem alimentos de absorção mais lenta, os cereais integrais promovem um fornecimento constante de açúcar no sangue.

3. Exercício físico

exercício físico

Obesidade, hipertensão arterial, diabetes, fraturas, osteoporose, etc. Estas são algumas das consequências do sedentarismo. Atualmente, existe uma grande diversidade de modalidades, adequados às diferentes necessidades. No entanto, antes de fazer exercício físico deve ter sempre em conta a sua condição física e, caso seja necessário, consultar o seu médico de família.

Os médicos recomendam um treino que incida essencialmente numa combinação de treino de força e aeróbico. Desta forma, a combinação destas duas vertentes vai permitir-lhe melhorar a firmeza muscular, diminuir a flacidez, acabando assim por acelerar a respiração, contribuindo para um metabolismo rápido.

Neste sentido, e tal como recomenda a Fundação Portuguesa de Cardiologia, opte por atividades físicas prolongadas e moderadas, tais como: natação, caminhadas, ciclismo ou danças de salão.

4. Saladas saudáveis

saladas saudáveis

As saladas são muitas vezes uma alternativa saudável a uma refeição mais tradicional. Contudo, para o produto final da salada ser considerado saudável vai depender dos ingredientes adicionados. Isto é, muitas vezes para a salada ficar mais completa acabamos por adicionar demasiados extras não tão saudáveis, como por exemplo queijo ou molhos com muitas calorias.

Como tal, quando quiser fazer saladas saudáveis e, de modo a que esta tenha proteína suficiente e, ainda ter assim um efeito mais saciante, opte por colocar algumas leguminosas, como por exemplo grão-de-bico, lentilhas ou feijão frade.

5. Jantar cedo

jantar cedo

Optar por um refeição ligeira à hora do jantar é uma das soluções para tornar o metabolismo rápido. Para além de evitar dormir com a sensação de barriga cheia vai ter ainda um sono mais profundo.

Para além disso, ao jantar cedo, as calorias ingeridas ao jantar vão ser consumidas ainda consigo acordado. Isto porque ao consumir uma refeição mais pesada, ou jantar mais tardiamente, o seu organismo vai ser obrigado a um esforço extra.

Veja também: