Métodos de estudo: qual o mais adequado a cada aluno?

Propomos-lhe alguns métodos de estudo. Escolha o mais adequado a si ou ao seu educando, para obtenção de bons resultados.

Métodos de estudo: qual o mais adequado a cada aluno?
Cada aluno deve escolher o melhor método para si

Métodos de estudo: sabe o mais adequado a si ou ao seu educando? Damos-lhe dicas que poderão ajudá-lo a perceber que métodos de estudo poderão ser os que vão de encontro aos objetivos e personalidade de cada aluno.

Conheça 6 métodos de estudo eficazes

1. Releitura

Certos tipos de leitura podem ajudar à assimilação de conteúdos. A dica que lhe damos é que releia uma dada matéria imediatamente depois de ter acabado a primeira leitura. Releia diversas vezes até interiorizar efetivamente o que leu.

2. Resumos

Resumir os pontos essenciais de um texto ou dos apontamentos poderá ser uma técnica útil de aprendizagem. Os resumos podem ter utilidade para estudar para testes e exames, especialmente no que concerne os alunos que tiverem facilidade em resumir a informação lida, após interpretarem o que poderá ser mais importante no texto em causa.

estudar

3. Autoexplicação

Dentro dos métodos de estudo, este provou ser uma técnica que poderá ser de bastante utilidade para conteúdos mais abstratos. Trata-se de ler o conteúdo de um texto e tentar explicá-lo a si mesmo, usando as suas próprias palavras. No fundo, este método trata-se de transformar o texto inicial em algo mais simples objetivo, que possa tornar o estudo mais efetivo.

4. Estudo intercalado

Este método de estudo permite que o aluno vá intercalando diferentes tópicos de estudo. Alguns estudos provaram que intercalar assuntos poderá ter uma boa utilidade em aprendizagens que estejam ligadas às ciências exatas. O principal ponto positivo deste método é conseguir com que o aluno se consiga manter mais tempo concentrado no estudo.

5. Testes práticos

Resolver testes práticos das matérias que está a estudar poderá ser uma ótima forma de aprendizagem. Resolva vários testes, provas e exames de anos anteriores. É uma excelente forma de conseguir entender se já assimilou os conteúdos que precisa de conhecer realmente bem.

criança a estudar

6. Estudo distribuído

Neste método, o estudo é distribuído ao longo do tempo, em vez de o concentrar apenas num dia ou somente na véspera de um teste ou exame.

Algumas pesquisas mostram que se, por exemplo, quiser lembrar-se de algo durante cinco anos, deve relembrar o que estudou a cada seis meses. Mas se pretender lembrar-se de algo durante uma semana, deverá estudar uma vez por dia.

Deve ainda intercalar o seu estudo com tempos de descanso. Isso quer dizer que deverá distribuir o seu estudo ao longo do dia e não concentrá-lo numa única parte do mesmo.

Estes são alguns métodos de estudo que existem e que julgamos que poderão ser de maior utilidade para si ou para o seu educando. Que venham os ótimos resultados!

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.