Micose na pele: tudo o que deve saber

A micose na pele é causada por fungos que encontram as condições ideais para o seu desenvolvimento em lugares quentes e húmidos do corpo. Saiba mais aqui.

Micose na pele: tudo o que deve saber
Tipologias e fungos

A micose na pele é causada por fungos – microrganismos formados por uma única célula com o nome de leveduras. Também podem  ser formados por grupos de células e, assim, denominam-se bolores.

Os fungos precisam da incorporação de compostos orgânicos do meio externo, para obterem a energia de que necessitam para realizarem as suas funções – inclusivamente as infeções.

Micose na pele: infeções por leveduras

1. Pitiríase versicolor (tinha versicolor)

  • A pitiríase versicolor (ou fungo do mar) é uma doença causada por um tipo de levedura chamada Malassezia furfur. Esta infeção fúngica afeta mais os adultos e os jovens após a puberdade;
  • Popularmente conhecido como “pano branco”, a pitiríase versicolor é definida por pequenas manchas esbranquiçadas que escamam. Podem estar juntas ou isoladas e geralmente aparecem na parte superior dos braços, tronco, pescoço e rosto;
  • O tratamento pode ser feito com medicamentos tópicos ou orais. No entanto, esta micose na pele pode ter recidivas.

2. Candidíase (Candida albicans)

  • A candidíase é um fungo muito comum, que geralmente se encontra na boca, no estômago, na pele e na vagina da mulher;
  • Em mulheres, a candida vaginal pode causar muita comichão na zona íntima e secreções esbranquiçadas;
  • A candidíase pode afetar bebés na boca – os chamados sapinhos. É muito simples confundir as manchas brancas da candidíase com o leite;
  • Os recém-nascidos também podem desenvolver a candidíase na zona da fralda.

Micose na pele: infeções por dermatófitos

1. Pé de atleta (Tinea pedis)

  • É causado por um fungo que se forma em áreas quentes e húmidas da pele, por exemplo entre os dedos dos pés;
  • O pé de atleta causa muita comichão, descamação, manchas vermelhas na pele, bolhas e mau odor;
  • O contágio do pé do atleta pode ocorrer se caminhar descalço em pisos molhados e contaminados, tais como chuveiros, piscinas ou saunas públicas.

2. Micose do corpo (Tinea corporis)

  • Muitas vezes, ataca as partes expostas do corpo, como braços, pernas ou rosto e provoca vermelhidão na forma de um círculo;
  • A infeção pode ser transmitida, através do contacto com alguém que já tem esta micose na pele;
  • Esta doença pode se tornar crónica em pacientes com imunodepressão, ou que efetuaram tratamentos, por muito tempo, com certos tipos de medicamentos, por exemplo a cortisona.

3. Micose das virilhas (Tinea cruris)

  • Este tipo de infeção fúngica e mais comum em jovens desenvolve-se porque o escroto e a coxa estão em estreito contacto entre eles, criando assim as condições para o desenvolvimento de fungos;
  • A micose da virilha pode afetar a área genital de mulheres que usam roupas particularmente apertadas;
  • Esta micose pode causar vermelhidão e muita comichão, na zona das virilhas e na área genital;
  • A micose das virilhas também é contagiosa e pode ser transmitida da mesma forma.

 

Veja também:

Raquel Pacheco Neves Raquel Pacheco Neves

Farmacêutica, Raquel Pacheco Neves é especialista na prevenção e no tratamento das mais variadas patologias, no que à farmacologia diz respeito. Com uma paixão especial pela puericultura, a promoção da saúde tem sido, desde sempre, o seu principal objectivo profissional.
O seu mais recente projeto é o portal Bébéu.