Micose nas unhas: causas, sintomas e tratamento

A micose nas unhas têm o nome de onicomicose e é causada por fungos. As origens são várias e o tratamento é demorado. Saiba tudo aqui.

Micose nas unhas: causas, sintomas e tratamento
Como proceder quando tem uma micose nas unhas?

A micose nas unhas, ou onicomicose, é uma infeção causada por fungos que se “alimentam” de queratina – substância que forma as unhas.

As unhas dos pés são as que mais são infetadas por fungos, pois o ambiente do interior dos sapatos – húmido, escuro e aquecido – favorece o seu desenvolvimento. Além disso, o crescimento mais lento das unhas dos pés complica a eliminação da micose. Por norma, o que acaba por acontecer é a transmissão de unha para unha.
Mas há outras causas – que variam de pessoa para pessoa -, nomeadamente:

  • diabetes;
  • idade avançada;
  • HIV;
  • utilização de drogas imunossupressoras;
  • dificuldades imunológicas;
  • histórico familiar de onicomicose;
  • problemas de circulação sanguínea dos membros inferiores, entre outros.

Micose nas unhas: principais sintomas

Os sintomas mais comuns prendem-se, sobretudo, com alterações físicas das próprias unhas. Dependendo do fungo e da gravidade da infeção, as micoses das unhas podem inclusivamente causar muitas dores (em casos considerados mais graves).

Existem outros sintomas da micose nas unhas, nomeadamente:

  • Descolamento da borda livre – a unha descola do seu leito, normalmente iniciando pelos cantos e fica oca. Pode existir acréscimo de material sob a unha. Este é o sinal mais frequente de que algo se passa com a unha;
  • Desmantelamento e deformidades – a unha fica débil, quebradiça e despedaça-se nas frações anteriores, ficando deformada. A unha parece uma folha de papel devido à sua espessura;
  • Espessamento – as unhas aumentam de espessura, ficando duras e grossas. Esta forma, pode ser acompanhada de dor.

Micose nas unhas: tratamento

Os medicamentos utilizados para o tratamento da micose nas unhas podem ser de uso tópico – sob a forma de cremes, soluções ou vernizes antifúngicos. Em ocorrências com mais do que uma unha infetada, é necessário tratamento com fármacos, sob a forma de comprimidos.

Reunimos aqui alguns cremes que pode aplicar diretamente na(s) unha(s) infetada(s):

1. Dr. Scholl – Tratamento Antifúngico

micose-nas-unhas

  • Ao terminar a fase de tratamento, a descoloração nas unhas terá diminuído;
  • Após 9-12 meses, tempo médio necessário ao crescimento completo das unhas dos pés, a unha terá recuperado o seu aspeto natural sem manifestar nenhum sinal de infeção fúngica;
  • Cria um ambiente desfavorável ao crescimento e desenvolvimento dos fungos, através da alteração do pH da unha;
  • O valor ronda os 22 euros.

2. Mycosana verniz

micose-nas-unhas

  • Forma uma barreira protetora na unha, que ajuda a evitar a propagação dos fungos para outras áreas;
  • O valor ronda os 11 euros.

3. Locetar

MICOSE-NAS-UNHAS

  • A substância ativa, a amorolfina, penetra e difunde-se pela placa da unha, permitindo erradicar fungos de difícil acesso no leito da unha;
  • Aplique nas unhas infetadas das mãos e pés, 1 a 2 vezes por semana;
  • O tratamento deve ser continuado sem interrupções até regeneração completa da unha e cura das áreas afetadas;
  • O valor ronda os 24 euros.

Os sinais de melhora demoram a aparecer, pois dependem do crescimento da unha, que é muito lento. As unhas dos pés podem levar cerca de 12 meses para se renovarem totalmente e o tratamento deve ser mantido durante todo esse período. A persistência é fundamental para se obter a cura.

Uma vez curada a onicomicose, o paciente ainda necessita de manter o cuidado com a unha, pois a taxa de reinfeção é de 50%.

Veja também: