Minuta de Carta de Despedimento em 6 passos

Utilize esta minuta de carta de despedimento para causar boa impressão no momento da saída.

Minuta de Carta de Despedimento em 6 passos
Mude de emprego sem prejudicar a sua reputação!

Um Curso de Inglês para o ajudar a sair do desemprego – Oferta de 20 AulasFechou um ciclo com a sua actual entidade empregadora? Gostaria de abraçar um novo projecto profissional?

Nem sempre as mudanças profissionais são determinadas externamente, pelas circunstâncias ou pela vontade de terceiros; muitas vezes, é o próprio trabalhador que decide despedir-se da empresa onde trabalha e abraçar novos projectos de carreira. Usar esta minuta de carta de despedimento é fulcral para que possa sair da sua actual empresa preservando a cordialidade das relações de trabalho… e para garantir os seus direitos.

Inspire-se na nossa minuta de carta de despedimento

“Porto, 20 de Junho de 2016

Ex.mo(a) Sr.(a) Dr.(a) X,

Pela presente carta venho comunicar a minha decisão de deixar a função de _____ a meu cargo na empresa _____ desde o dia ___ / ___ / ___ .

Agradeço a oportunidade de desenvolvimento profissional e pessoal que me foi concedida, e manifesto a minha convicção de que os esforços levados a cabo quer por mim quer pelos meus colegas e superiores trouxeram a todos benefícios de grande valor, traduzindo-se no crescimento da empresa.

Neste momento, pretendo fechar este ciclo de actividade profissional na empresa _____ . É por essa razão que, sem qualquer reserva ou desagrado, apresento a minha demissão.

Mais acresço que o faço em observação do período de aviso prévio de ___ meses, com início no dia ___ / ___ / ___ .

Em sinal de acordo, solicito que duplique e devolva assinada a presente carta.

Atentamente,
_______________“

Algumas regras a ter em conta

1. Quando enviar a carta?

Lembre-se que, se o seu vínculo com a empresa tiver uma duração superior a 2 anos, deverá enviar a carta de despedimento com 60 dias de antecedência relativamente à data em que pretende deixar de exercer funções.

Se não respeitar este prazo poderá ter de indemnizar a empresa, calculando-se a indemnização com base na diferença entre o prazo legal e aquele que o trabalhador efectivamente considerou.

2. Que informações é obrigatório incluir?

Cabeçalho da carta

  • Nome e morada completos do trabalhador
  • Nome e morada completos da entidade patronal
  • Local e data
  • Assunto: “Rescisão de contrato de trabalho sem termo”

Corpo da carta (pode utilizar a nossa minuta de carta de despedimento)

  • Motivo pelo qual está a enviar a carta de despedimento
  • Data da celebração do contrato
  • Referência ao facto de estar a respeitar o prazo legal para dar o pré-aviso à organização
  • Dias de férias que terá a gozar até à data em que deixar efectivamente de prestar serviços (por exemplo, se ainda vai trabalhar dois meses, poderá ter direito a 4 dias de férias, dois por cada mês de serviço prestado)
  • Informar a entidade patronal de que deverá pagar-lhe os subsídios de férias e de Natal em proporção ao tempo que trabalhou no ano em que apresenta a sua demissão

Conclusão da carta
Feche a carta de despedimento apresentando os melhores cumprimentos e a sua disponibilidade para esclarecer o que for necessário.

3. Use o seu bom senso

O mercado de trabalho é dinâmico e está em constante mudança. O seu empregador actual poderá, amanhã, estar a trabalhar numa outra empresa em que gostasse de vir a trabalhar. Por esse motivo, deve esforçar-se por manter uma relação positiva com as empresas por onde passar. A minuta de carta de despedimento que lhe apresentamos pode ajudá-lo.

4. Antes da carta, uma conversa

Além dos processos e procedimentos administrativos que as empresas têm de levar a cabo aquando do despedimento de um colaborador, é necessário considerar o ajuste que toda a organização (se esta for de pequena dimensão) ou todo o departamento onde o trabalhador estava inserido (se a organização for de maior dimensão) terá que fazer.

Por exemplo, será necessário preparar outra pessoa para substituí-lo. Se não existir ninguém disponível na empresa, será preciso conduzir um processo de recrutamento e selecção.

Por isso, antes de redigir a sua minuta de carta de despedimento, procure conversar com o seu superior e informá-lo acerca das suas intenções de mudar de projecto profissional. Se os motivos subjacentes à sua saída forem conflitos internos ou desagrado com a forma como o seu trabalho está a ser gerido, opte por não referir esses assuntos.

5. Retaliação – Não!

O objectivo de evitar assuntos como a má gestão da empresa ou conflitos internos é evitar que os seus superiores e colegas vejam o seu despedimento como uma retaliação. Será sempre preferível apelar à sua vontade de evoluir profissionalmente e ao desejo de abraçar novos desafios profissionais. Lembre-se que é fundamental deixar a porta aberta e levar bons contactos para o seu novo projecto de carreira. Não se esqueça de incluir estes tópicos na sua carta de despedimento!

Poderá marcar a diferença se na sua carta de despedimento fizer referência aos seus motivos para sair da empresa, sempre num tom optimista e cordial.

6. Mantenha os seus contactos activos

Não importa a razão pela qual tomou a decisão de rescindir o contrato com a sua empresa. O importante é manter e reactivar periodicamente os bons contactos que aí tiver estabelecido.

Saiba quem mais está a contratar com a Newsletter do E-Konomista

Veja também:

Continuar a Ler