Publicidade:

Não, molhar as mãos não é o mesmo que lavar as mãos

Onde quer que as suas mãos toquem podem existir bactérias e micróbios. Tenhas em conta que molhar as mãos não é o mesmo que lavar as mãos.

Não, molhar as mãos não é o mesmo que lavar as mãos
A maior parte das bactérias concentram-se nas pontas dos dedos.

Muitas são as pessoas que continuam sem compreender que molhar as mãos não é o mesmo que lavar as mãos – certo? Será que identifica alguém nesta afirmação, ou pior, identifica-se?

Sim, molhar e lavar as mãos são gestos bem distintos e é preciso entender que limitar-se a passar as mãos por água não é, de todo, suficiente para manter uma rotina de higiene saudável.

Por algum motivo, existem dois dias para assinalar o ato de lavar as mãos: 5 de maio, definido pela Organização Mundial de Saúde, e 15 de outubro, uma iniciativa que resulta da junção de várias entidades (entre as quais a Unicef).

A razão para marcar o assunto é bem simples: este é um hábito realmente básico, mas que pode salvar vidas – e a verdade é que todos os cuidados são poucos numa altura em que a resistência a antibióticos parece aumentar a olhos vistos.

Molhar as mãos e lavar as mãos não são a mesma coisa


lavar as maos

As mãos são um dos principais veículos de transmissão de micróbios e bactérias causadores de doenças, sendo que é precisamente na ponta dos dedos que existe maior concentração destes organismos.

Sabe-se, por exemplo, que o vírus da gripe é maioritariamente transmitido através das mãos. Por isso mesmo, as mãos são, também, a maior via de contaminação de alimentos.

Posto isto, deve-se lavar as mãos várias vezes por dia, especialmente antes das refeições e aquando das idas à casa de banho. Uma boa prática é, também, lavar as mãos sempre que chega a casa. Esta é a melhor forma de se proteger a si próprio e aos outros de possíveis infeções.

Mas, então, qual é a distinção entre molhar as mãos e lavar as mãos? A verdade é que é na utilização de sabonete que reside a diferença, uma vez que é este produto que retira a sujidade, as bactérias e outros organismos das mãos, garantindo que são levados pela água que passa na pele.

Isto significa que molhar as mãos é praticamente o mesmo que nada – mas, nesta eventualidade, prefira água quente porque é mais eficaz.

6 passos para lavar as mãos corretamente


Mesmo que tenha o cuidado de lavar as mãos, pode não saber que talvez não esteja a lavar as mãos da forma mais adequada. Agora que já sabe qual é a diferença entre molhar as mãos e lavar as mãos, fique a conhecer os passos para ter as mãos bem limpas.

1. Molhar as mãos e colocar sabonete;

2. Esfregue a palma de cada mão e os dedos, sem esquecer as pontas;

3. Esfregue entre os dedos;

4. Lave o dorso de cada mão;

5. Voltar a molhar as mãos, de modo a retirar toda a espuma;

6. Seque as mãos com uma toalha ou papel – no caso de estar numa casa de banho pública, use o papel para fechar a torneira.

O processo deve demorar entre cerca de 20 a 30 segundos, para garantir uma lavagem minuciosa das mãos.

Veja também: 

Inês Pereira Inês Pereira

Licenciada em Jornalismo e Pós-Graduada em Branding e Content Marketing, sempre se deu bem com a escrita. Embora prefira escrever com um teclado, não acredita nessa ideia de ler um livro através de um ecrã: um livro lê-se em papel e tem um marcador. Gosta de fotografia, de história e de conhecer o mundo.