Mulheres vs homens: 5 diferenças na hora de ir às compras

A guerra dos sexos estende-se às prateleiras dos supermercados? Conheça alguns exemplos de diferenças entre homens e mulheres nas compras.

Mulheres vs homens: 5 diferenças na hora de ir às compras
Tendências sociológicas e de género

Diferenças entre hábitos no feminino e no masculino são sempre um tópico de discussão popular, quer em temas mais leves, quer em assuntos mais sérios. No que diz respeito a gastos quotidianos, quais são as diferenças nas compras, entre homens e mulheres?

Numa década em que falar do papel da mulher é extremamente pertinente e importante, existem tarefas que, felizmente, deixaram de ser consideradas tipicamente femininas por simplesmente estarem ligadas à lida da casa.

Todos fazemos compras, todos temos à nossa disposição mercearias, super e hipermercados com os produtos necessários para o dia-a-dia. Mas será que existem instintos e comportamentos diferentes entre homens e mulheres no que diz respeito a comprar comida e outros produtos básicos?

É interessante verificar as diferenças entre os produtos que compramos e, sobretudo, o dinheiro que estamos dispostos a dar por eles, segundo um estudo publicado nos Estados Unidos, pela Reader’s Digest.

Diferenças nas compras segundo o género

1. Listas de compras

lista de compras

A lista de compras continua a ser um hábito das mulheres. Seja por uma questão de organização ou simplesmente para evitar esquecimentos, a lista na aplicação das notas do smartphone ou num bloco sempre presente na carteira é um frequente e útil companheiro de compras.

Contudo, as mulheres tendem também a ser o género que faz as “grandes compras” para toda a semana, por exemplo. Por isso, compram mais tipos de produtos diferentes para várias necessidades da casa, ao contrário dos homens. No sexo masculino, verifica-se uma tendência para compras mais rápidas, de bens de necessidade mais imediata, em vez de viagens mais prolongadas com a lista mais completa.

2. Alimentos biológicos

produtos biologicos

Nos corredores dos supermercados, os alimentos com características mais naturais no que diz respeito ao tratamento, ganham cada vez mais destaque. Curiosamente, frutas e legumes, quer sejam biológicos ou não, costumam ocupar os corredores periféricos dos supermercados. Por vezes, são mesmo os primeiros produtos que vemos na entrada.

Esta potencial decisão de marketing traduz-se em diferenças nas compras entre homens e mulheres: é mais comum que elas deem a volta aos corredores periféricos, antes do resto, ou seja, dão prioridade à compra de produtos naturais.

3. Comida “light”

compras

Neste ponto, a vontade de comprar produtos que parecem mais saudáveis atrai os dois géneros. Contudo, as palavras “light” ou “dieta” atraem mais as mulheres, e os homens procuram alimentos ricos em proteínas e nutrientes energéticos, mais publicitados pelo papel que têm na cultura fitness.

4. Impulsos

supermercado

No que diz respeito a impulsos, as diferenças nas compras entre homens e mulheres baseiam-se no tipo de produto em que se gasta mais dinheiro. As mulheres confiam em produtos que já conhecem e que compram, mesmo que não esteja em promoção. Os homens são atraídos por novidades mais tecnológicas.

5. Tipo de gastos

gastos

No que diz respeito a gastos, segundo os estudos, é visível que as mulheres gastam mais dinheiro por viagem ao supermercado. Mas essas viagens são menos frequentes e mais produtivas, visto que compram mais de cada vez e com necessidades a longo prazo em vista. As mulheres são também quem presta mais atenção a descontos, promoções e folhetos e tendem a organizar melhor o que comprar segundo estes critérios. As compras no masculino são mais imediatas e impulsivas, assim como mais frequentes.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.