Municípios que dão desconto no IRS: veja se o seu está na lista

A lista de municípios que dão desconto no IRS tem aumentado nos últimos anos. Confira a lista mais recente.

Municípios que dão desconto no IRS: veja se o seu está na lista
Descubra se o seu município lhe concede benefícios fiscais

Sabia que existem municípios que dão desconto no IRS? Esta não é uma novidade, já que desde 2008, com a entrada da nova Lei das Finanças Locais, é possível que os municípios concedam aos moradores uma redução no Imposto sobre os Rendimentos das Pessoas Singulares.

104 municípios dão desconto no IRS

Todos os anos, o número de municípios que dão desconto no tem vindo a aumentar e, em 2017, são 104 as autarquias que concedem esta redução.

De acordo com os dados mais recentes da Autoridade Tributária (AT), no próximo ano, é expectável que o número de municípios que dão desconto no IRS passe para os 113.

Contudo, a maioria das autarquias continua a guardar para si os 5% de receitas fiscais que o Estado lhes transfere todos os anos.

Analisando as informações da AT, é a Norte do país que se encontram as autarquias menos “generosas” e que preferem não dar qualquer tipo de benefício fiscal. Ainda assim, a maioria dos municípios que dão desconto no IRS são os de pequena e média dimensão.

De acordo com a AT, apenas sete grandes centros urbanos procedem a este mecanismo fiscal: Lisboa (2,5%), Cascais (1,25%), Amadora (1%), Sintra (1%), Funchal (1%), Coimbra (0,5%) e Braga (0,45%).

Quais são os municípios que dão desconto no IRS?

Norte

  • Monção: 0,8%
  • Valença: 2,5%
  • Arcos de Valdevez: 0,8%
  • Vila Nova de Cerveira: 2,5%
  • Caminha: 3,5%
  • Ponte de Lima: 5%
  • Boticas: 5%
  • Carrazeda de Ansiães: 3%
  • Ribeira de Pena: 5%
  • Vinhais: 2,5%
  • Macedo de Cavaleiros: 3%
  • Mogadouro: 2,5%
  • Vila Flor: 3%
  • Cabeceiras de Basto: 0,5%
  • Fafe: 2%
  • Braga: 0,5%
  • Póvoa de Varzim: 1%
  • Santo Tirso: 0,3%
  • Lousada: 1%
  • Paredes: 1%
  • Santa Marta de Penaguião: 3%
  • São João da Pesqueira: 1%
  • Penedono: 3%
  • Armamar: 5%
  • Resende 5%
  • Cinfães: 2%
  • Castelo de Paiva: 1%
  • Ovar: 2%
  • São João da Madeira: 0,5%
  • Vale de Cambra: 1%
  • Estarreja: 1%
  • Murtosa: 1%
  • Figueira do Castelo: 3%
  • Trancoso: 5%
  • Aguiar da Beira: 2,5%
  • Viseu: 1%
  • Penalva do Castelo: 1%
  • Almeida: 2%

Centro

  • Mangualde: 1%
  • Albergaria-a-Velha: 2%
  • Águeda: 5%
  • Sabugal: 5%
  • Belmonte: 2,5%
  • Manteigas: 5%
  • Arganil: 5%
  • Mortágua: 5%
  • Mealhada: 3%
  • Vagos: 0,5%
  • Coimbra: 0,5%
  • Figueira da Foz: 0,5%
  • Lousã: 1%
  • Góis: 2,5%
  • Penamacor: 1%
  • Idanha-a-Nova: 5%
  • Ansião: 3%
  • Pedrogão Grande: 2%
  • Oleiros: 5%
  • Alcobaça: 1,3%
  • Vila de Rei: 2,5%
  • Mação: 1%
  • Castelo de Vide: 1,5%
  • Nisa: 2,5%
  • Gavião: 5%
  • Abrantes: 0,5%
  • Caldas da Rainha: 2%
  • Rio Maior: 0,2%
  • Óbidos: 4%
  • Vila Nova da Barquinha: 0,5%
  • Bombarral: 1,5%
  • Lourinhã: 1%
  • Alenquer: 0,2%
  • Vila Viçosa: 2%
  • Fronteira: 3%
  • Alter do Chão: 2,5%
  • Coruche: 2%
  • Salvaterra de Magos: 1%
  • Arruda dos Vinhos: 0,8%
  • Mafra: 0,3%
  • Sintra: 1%
  • Cascais: 1,3%
  • Amadora: 1,2%
  • Lisboa: 2,5%
  • Montijo: 1%

Sul

  • Alcácer do Sal: 1%
  • Alvito: 0,5%
  • Moura: 2%
  • Arronches: 2,5%
  • Elvas: 2%
  • Sines: 0,1%
  • Odemira: 0,3%
  • Mértola: 1,5%
  • Alcoutim: 5%
  • Monchique: 2,5%
  • Aljezur: 2%
  • Loulé: 1%
  • Albufeira: 5%
  • Lagoa 2%

Madeira

  • Porto Moniz: 5%
  • Santana: 5%
  • Funchal: 1%
  • Ponta do Sol: 0,5%

Açores:

  • Velas: 2,5%
  • Santa Cruz das Flores: 1%
  • Lajes das Flores: 1%

 

Veja também: