Música relaxante para trabalhar: favoreça a produtividade

Mostramos de que forma a escolha de música relaxante para trabalhar promove a sua produtividade laboral e contribui para melhores resultados.

Música relaxante para trabalhar: favoreça a produtividade
Como melhorar os seus resultados com música relaxante para trabalhar

Sempre foi um grande enigma: a música é um dos maiores sinais da criatividade humana, mas de que forma ouvi-la ajuda a criar, ou mais especificamente, de que forma afeta a nossa produtividade, a nossa concentração no trabalho? A verdade é que, sim, a escolha de música relaxante para trabalhar pode mesmo favorecer a sua produtividade.

Melhore os seus resultados com música relaxante para trabalhar

Na mesma medida em que a arte visual influencia de forma impactante e positiva a forma como se sente no local de trabalho, a música contribui para se sentir realmente bem no sítio onde executa a sua atividade profissional, fazendo com que trabalhe muito melhor.

Como a maior parte do nosso tempo se gasta no trabalho, e muito do nosso trabalho tem vindo a ser realizado em computadores, a música tornou-se inseparável das nossas tarefas do dia-a-dia – uma forma de “eliminar o aborrecimento” e tornar mais leves as tarefas rotineiras do seu trabalho.

musica para trabalhar

O que dizem os estudos

A eficácia da música para trabalhar depende de quão “imersiva” seja uma tarefa. Quando uma tarefa é claramente definida e de natureza repetitiva, os estudos sugerem que a música é útil de uma forma bastante consistente para melhorar a performance.

Foi já investigada a relação entre a reprodução de música de fundo durante o desempenho do trabalho repetitivo e a eficiência na realização de determinada tarefa. Os resultados reforçam a ideia de que a economia pode beneficiar do uso da música na indústria.

Nem toda a música serve para se trabalhar melhor

Importa agora perguntar se qualquer música resulta. Neste campo é seguro afirmar que depende de pessoa para pessoa. Há quem defenda que é a nossa música favorita que resulta melhor porque nos coloca imediatamente num estado emocional positivo e relaxado.

Música de mensagem neutra

Se, por outro lado, as sonoridades de que mais gosta o desconcentram, procure música ambiente. Existe música feita à medida de quem precisa de concentração!

O efeito Mozart

O estudo mais citado sobre o efeito da música na nossa mente envolve o chamado efeito Mozart, o qual que sugere que ouvir certos tipos de música – as obras clássicas de Wolfgang Amadeus Mozart, em particular – causam um impacto real e estimulam o raciocínio espácio-temporal, a nossa capacidade para pensar a longo prazo, para encontrar soluções abstratas para problemas lógicos.

O efeito de Mozart foi subestimado, e até mesmo refutado como um grande “flop”, mas é inegável que música relaxante para trabalhar, ordenada numa playlist, constitui, de facto, uma grande injeção de energia mental. Mal não irá fazer, com certeza!

Veja também: