Negócio próprio: o que considerar?

Criar um negócio próprio é o desejo de muitos, mas o receio de insucesso também é uma presença constante. Conheça o que considerar antes de abrir negócio próprio.

Negócio próprio: o que considerar?
O que considerar antes de abrir um negócio próprio?

A ideia de criar um negócio próprio estimula muitos portugueses. A independência e a possibilidade de colocar a sua identidade num negócio são algumas das razões deste desejo. No entanto, por cada exemplo de sucesso, certamente que haverá outro de insucesso e esse receio paira, igualmente, sobre a cabeça de qualquer candidato a empreendedor. Para minimizar os riscos de falhar, o empreendedor deve considerar determinados aspetos. Saiba o que considerar.
 

7 pontos a considerar antes de criar o seu próprio negócio

 

1. Avalie se tem perfil para empreendedor

Ter um negócio próprio implica uma enorme mudança no estilo de vida para quem sempre trabalhou por conta de outrem. Terá de estar consciencializado para o facto de abarcar grandes responsabilidades e de que não ficará rico de um dia para o outro. Um negócio próprio implica trabalho árduo. Faça uma auto-avaliação honesta para saber se tem o perfil adequado.

 

2. Elabore um plano de negócios

Um bom plano de negócios, realista relativamente às possibilidades oferecidas pelo negócio e mercado, é essencial para o sucesso de um negócio próprio. Se necessário recorra a um profissional.



3. Saiba como são os seus clientes

Conhecer o seu público-alvo é fundamental para poder adequar o negócio ao que ele deseja. As pessoas só compram o que precisam – física ou emocionalmente – por isso não pense que o facto de o produto ser bom para si será desejado pelos possíveis clientes. Saiba o que pretendem os seus consumidores e adeqúe o seu produto/serviço de encontro a essa pretensão. Chegue atá aos seus clientes.

 

4. Está disposto a correr riscos?

O receio de falhar ou o medo de perder dinheiro não pode interferir na sua capacidade para fazer bons negócios. Estar disponível para correr riscos é condição para abrir negócio próprio. No entanto, não deixe de ser ponderado nas suas decisões.

 

5. Pesquise a sua concorrência

Visite, conheça e pesquise sobre a sua concorrência. Saiba o que eles fazem bem e o que fazem menos bem. Não deve abrir um negócio sem considerar, primeiramente, a concorrência que vai encontrar.

 

6. Conheça as leis e regulamentações que o afetam

Considere as leis e regulamentações obrigatórias que podem afetar o seu negócio. Além de ser fundamental para que não tenha problemas legais no futuro, fazer trabalho de casa em matéria fiscal/legal irá fazê-lo ganhar tempo na altura de abrir negócio próprio.

 

7. Olhe realisticamente para os custos

A ideia “apaixonada” de ter um negócio próprio inibe a capacidade dos empreendedores para perceberam os custos reais que vão encontrar. Analise ao pormenor todos os custos e defina o seu budget. Recorra a um especialista se necessário.


Veja também: