Sabe o que acontece quando não liga o modo voo?

Alguma vez se perguntou o que pode ou não acontecer se não ligar o modo de voo durante uma viagem aérea? Então saiba a resposta.

Sabe o que acontece quando não liga o modo voo?
Saiba mais sobre o modo voo

“Desligue todos os seus dispositivos eletrónicos ou ligue o modo voo”. Esta é uma das frases que se podem ouvir antes de levantar voo. A verdade é que durante muito tempo se acreditou que o sinal de telemóvel podia interferir com os equipamentos do avião, o que – obviamente – era visto como um perigo.

Desde 2014 que as companhias aéreas passaram a permitir a utilização do telemóvel ou outros dispositivos eletrónicos (como computador ou tablet, por exemplo), desde que se ative o chamado modo voo.

Mas afinal porque é tão importante ativar este modo voo nos dispositivos eletrónicos durante uma viagem aérea? E o que acontece se não o fizer?


O que é o modo voo e para que serve?

Antes de mais, importa perceber o que é isto do modo de voo. Basicamente, ao ativar o modo de voo do seu telemóvel, computador ou tablet está a desativar as ligações sem fio, evitando a receção ou envio de sinais (sejam eles de rádio, 3G, 4G, wi-fi, Bluetooth, ou outras). Isto implica, obviamente, que não possa fazer chamadas ou ligar-se à internet. Mas desta forma não se verifica qualquer interferência com os equipamentos do avião. E isto leva-nos a outra questão…



O que acontece se não ligar o modo voo?

Contrariamente ao que se pensou durante muitos anos, o sinal de telemóvel não será responsável pela queda de um avião. Dizem os especialistas que a tecnologia atual está cada vez mais moderna e segura e que não apresenta risco no sentido de avariar os sistemas do avião. Garantem mesmo que não há registos de que um dispositivo eletrónico tenha provocado um acidente aéreo.

Mas isso não quer dizer que o possa ou deva fazer. O sinal pode não ser tão perigoso como se acreditava, mas provoca algumas interferências que não serão muito agradáveis para os pilotos e controladores de tráfego aéreo.

Segundo um artigo do Daily Mail, ao manter o telemóvel ou outros dispositivos eletrónicos ligados durante o voo pode causar interferências no rádio de bordo e causar um ruído nas comunicações que será desagradável para os profissionais que operam o avião e que controlam o tráfego aéreo.

No artigo do Daily Mail é citado um piloto que, num post publicado no blog AirlineUpdates, descreve o ruído como sendo semelhante ao que se pode ouvir se encostar um telefone a colunas de som, por exemplo.

O mesmo piloto refere que ainda que seja raro os dois sistemas interferirem, quando acontece o som que se ouve “é bastante irritante”.

Mas atenção! Ainda que não constitua risco de queda do avião, não ligar o modo de voo pode ter consequências. Realça o piloto que, caso estas interferências sejam constantes ou repetitivas, podem fazer com que a tripulação de bordo perca avisos importantes navegação dadas pelos controladores de tráfego o que, em última instância, representa um perigo.
 


Respeite os profissionais que zelam pela sua viagem

Regras são regras e não custa cumpri-las. Talvez um aparelho que não esteja em modo voo possa, apenas, provocar algumas interferências, mas se todos os passageiros decidirem não cumprir as regras e tiverem os seus aparelhos ativados, isso fará com que todos esses aparelhos estejam constantemente à procura de sinal de rede, o que irá representar muita poluição sonora, muito desconforto para a tripulação e, como vimos, perigos para a navegação porque vai impossibilitar a correta comunicação entre os pilotos e os controladores aéreos.

Veja também: