O que acontece se mentir no IRS?

Em plena época de entrega de IRS, saiba quais são as consequências de mentir no IRS, cometer erros ou se atrasar na declaração.

O que acontece se mentir no IRS?
Penalizações por erro, omissão ou atraso
  • Se mentir ou omitir informação ao preencher a declaração de IRS, as multas podem ir até 15 mil euros

Entre os meses de Março e Maio decorre o período de entrega da declaração de IRS relativa aos rendimentos de 2013. Os prazos variam em função da forma em que faz a declaração – em papel ou online -. 
Todos os anos há contribuintes penalizados por erros, omissões ou atrasos nas declarações, e o valor das multas agrava-se de ano para ano. Veja qual a coima a pagar e o que fazer nos seguintes casos:

1. Mentir ou errar na declaração

Se mentir ou inserir um valor errado na declaração de rendimentos a multa encontra-se entre 250 e 15 mil euros. 

Contudo, na maior parte dos casos estes erros são cometidos por falta de atenção e, se ainda não tiver finalizado o prazo de entrega, pode fazer a correção sem ser penalizado. Caso contrário, também pode corrigir o erro e pagar apenas 25% do valor da coima, se não tiver nenhum imposto adicional a pagar após a correção. 

2. Omitir valores

O valor da multa neste caso é o mesmo que no primeiro caso, por isso, deve certificar-se de que inseriu todos os valores de forma correta antes de finalizado o prazo. Caso contrário, terá de pagar, no melhor dos casos, um quarto do valor da coima.

3. Atraso

Já seja por esquecimento, falta de atenção ou até por problemas técnicos, se não entregar a declaração de IRS no prazo estipulado, terá de pagar uma penalização.

Em função do número de dias de atraso, e se for avisado pelo Estado deste atraso ou não, o valor das multas varia:

  • Penalização de 25 euros se entregar a declaração de rendimentos até 30 dias depois
  • Aproximadamente 37,5 euros se entregar mais de 30 dias depois
  • Aproximadamente 150 euros se a entrega for mais de um mês depois e ainda for notificado pela Autoridade Tributária.
  • Coima de 93,75 euros se, devido ao atraso de mais de um mês, o Estado for lesado.
  • Penalização de 375 euros se entregar a declaração mais de um mês depois, se o Estado for lesado e se ainda for notificado pelo mesmo.
  • Multa de 2500 euros se, após mais de 60 dias, não tiver entregado a declaração de rendimentos.

Dicas para evitar problemas com o IRS

  • Para evitar atrasos, se optar por entregar a declaração de rendimentos via online, tenha em conta que é necessário solicitar a senha de acesso e que esta pode demorar de 2 a 5 dias. 
  • Se entregar a declaração através do Portal das Finanças, verifique sempre que os dados que já estão preenchidos estão corretos.
  • Se optar por entregar a declaração de rendimentos em papel, não esqueça o seu bilhete de identidade, número de contribuinte e o dos elementos do seu agregado.


Veja também: