O que fazer em caso de acidente automóvel?

Ter um acidente automóvel já não é uma coisa boa. Se ainda por cima não soubermos bem o que fazer, mais complicado fica. Siga os passos e saiba como agir.

O que fazer em caso de acidente automóvel?
Saiba como actuar em caso de sinistro
  • Documentar todos os dados é fundamental

Independentemente do tipo de seguro automóvel que tenha, seja um seguro contra terceiros ou um seguro contra todos os riscos, a verdade é que em caso de acidente, é fundamental que saiba como actuar. Leia o artigo e fique a conhecer todos os passos que deve seguir.

Passos a seguir em caso de acidente automóvel

Se por azar tiver um acidente automóvel que não traga danos maiores para os ocupantes, deve imediatamente proceder aos seguintes passos:


1. Saia do carro sem o tirar do sítio exacto onde ficou depois do acidente. Para avaliar o ocorrido, é necessários que todos os factos consigam ser apurados exactamente como aconteceram.

2. Deve tentar saber logo todos os dados de todos os elementos envolvidos no acidente:
  • Dados dos condutores (telefone e morada)
  • Dados dos carros;
  • Dados dos respectivos seguros (nome da seguradora e nome da apólice)

3. Tire fotografias aos carros, aos danos sofridos e à perspectiva do acidente. É material útil que pode ser anexado ao processo.

4. Depois de ter todos os dados do seu lado, tente chegar a um acordo amigável com as pessoas envolvidas no acidente. Se o acordo for possível, todos os intervenientes devem preencher e assinar a Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA).


5. Cada condutor tem de ficar com um exemplar da DAAA para entregar ao seu segurador.


6. Caso não seja possível chegar a acordo ou se alguém ficar gravemente ferido, deve chamar-se a polícia de imediato. A presença da polícia irá avaliar todas as características do acidente e decidir da melhor forma o desfecho do processo


A Declaração Amigável: dicas


1. Perceba melhor o que é a Declaração Amigável de Acidente Automóvel e como a pode preencher.


2. A declaração amigável pode ser sempre preenchida independentemente de algum condutor se dar como culpado ou não. O facto de a preencher não afecta o preço do seguro nem o seguimento do processo.


Veja também: