Saiba o que muda em 2018 nas vidas dos cidadãos

Janeiro é o mês, por excelência, de fazer planos. Para o ajudar, dizemos-lhe o que muda em 2018, em Portugal e no Mundo, no nosso quotidiano.

Saiba o que muda em 2018 nas vidas dos cidadãos
O que muda em 2018 em Portugal e no Mundo

Ano novo, vida nova? O que muda em 2018 nas sociedades do mundo inteiro? Descubra como será viver como cidadão de Portugal, da Europa e do Mundo no próximo ano.

O que muda em 2018 em Portugal e no Mundo


Estas são algumas das grandes novidades que o mundo conheceu assim que acordou em 2018.

Serviços mais caros, grandes potências produtoras mais poluentes

Sauditas e Emirados vão pagar mais impostos, os suíços pagarão menos, os britânicos vão pagar mais pelas viagens de comboio e a China faz marcha atrás nos acordos para redução da poluição: vai deixar de importar plástico reciclado de outros países, o que coloca um grande problema aos muitos países desenvolvidos que passar a ter que se livrar de quantidades industriais de resíduos de plástico.

Energia verda na Europa

Outra medida que terá impacto, mas desta vez positivo, no ambiente, é a de que todos os novos táxis em Londres serão movidos a energia elétrica.

Na Europa, tudo o que é gás doméstico e comercial vai ter que obedecer a regras mais apertadas quanto aos níveis de emissão. Isto surge na sequência de uma política europeia para incentivar a energia verde derivada de fontes menos nocivas, com um consumo muito menor de combustíveis fósseis e níveis de eficiência energética optimizados para todos os produtos de aquecimento doméstico.

energia sustentavel

Melhoria da qualidade de vida nos EUA e novo presidente do Conselho Europeu

Em Nova Iorque, os residentes vão receber mais subsídios de férias, enquanto que os californianos vão poder fumar marijuana à vontade, ou pelo menos, dentro do que é considerado uso recreativo. Alguns parques nacionais nos EUA vão subir a tarifa.

Na Europa, uma grande novidade. Pela primeira vez, a Bulgária preside ao Conselho Europeu.

América do Sul em destaque

Na terra de Leonel Messi, a Argentina, prevêem-se algumas mudanças consideráveis quanto à educação tecnológica, bem como no acesso das mulheres às finanças. Mas a grande novidade é o facto de o país estar à frente dos G20.

Novas Capitais Europeias da Cultura

Em 2018, Valletta, em Malta, e Leeuwarden, na Holanda são as capitais europeias da cultura.

Taxas e mais taxas

Na Suíça, em 2018, vai passar a ser mais difícil alguém conseguir naturalizar-se suíço, já que o governo decretou algumas limitações ao processo.

suica

Se pensa dar um salto à Grécia, as suas despesas aumentarão, uma vez que foi criada uma taxa de “estadia de uma noite”, cobrada em hotéis e apartamentos, podendo ir dos 50 cêntimos aos 4 euros.

Se planeia passar pela Ucrânia, fique a saber que o limite de velocidade nas localidades baixou de 60km/h para 50km/h. Nada a que não estejamos habituados em Portugal!

Se pensa ir até à Finlândia e gosta de bebidas alcoólicas, particularmente de cerveja, uma boa notícia: o governo finlandês permitiu que bebidas alcoólicas com um máximo de 5,5 graus de teor alcoólico passem a ser vendidas em mercearias.

Em Seattle, uma medida de saúde para combater a obesidade: passa a ser aplicada uma taxa ao açúcar.

E em Portugal, o que muda em 2018?

Quanto a Portugal em específico, o que muda em 2018?

  • O IRS desce;
  • As progressões na carreira deixam de estar congeladas em toda a Administração Pública;
  • O subsídio de desemprego deixa de ter cortes;
  • Turmas mais reduzidas nas escolas;
  • Novos tempos máximos garantidos para consultas e cirurgias no Sistema Nacional de Saúde;
  • Os bancos vão encarecer para os clientes;
  • Rendas dos estudantes dedutíveis no IRS;
  • Fim dos duodécimos no pagamento de subsídios de Natal e de Férias;
  • Horas extra voltam a ser pagas por inteiro;
  • Salário mínimo sobe para 580 euros;
  • Pensões sobem entre 1% e 1,8%;
  • Prestações sociais aumentam;
  • Acesso mais simplificado dos alunos do ensino profissional ao superior;
  • Mais professores vão entrar no quadro;
  • Alargamento da proibição de fumar;
  • Telemedicina em todos os estabelecimentos prisionais;
  • Mais incentivos à compra do carro eléctrico;
  • Introdução de uma tarifa social no gás de botija;
  • Inspecção automóvel mais cara;
  • Novas regras no apoio ao cinema e audiovisual.

Enfim, muitas coisas mudam em 2018, e muitas delas afetam diretamente o quotidiano dos portugueses. Algumas favoravelmente às nossas rotinas e bolsos, outras nem tanto.

Veja também: