AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

O que perguntar antes de aceitar um emprego?

As perguntas certas podem ajudá-lo a avaliar o emprego a que se candidata. Saibas quais as que deve colocar antes de aceitar uma oferta de emprego.

O que perguntar antes de aceitar um emprego?
O processo de recrutamento é a sua oportunidade para saber mais sobre a oferta de emprego.

Um processo de recrutamento não serve apenas se dar a conhecer aos seus recrutadores e potenciais empregadores. Esta é também a sua oportunidade para reunir mais informações sobre a oferta de emprego para perceber se a vaga se adequa a si e às suas expectativas. Para o ajudar a tomar a decisão acertada, antes de aceitar um emprego há uma série de perguntas que deve colocar.
 

4 Perguntas que deve responder antes de aceitar um emprego

É normal que ao ser selecionado para um novo emprego se sinta animado e tentado a dizer de imediato que sim, principalmente se já está à procura de emprego há algum tempo. Mas este entusiasmo pode induzi-lo em erro. A verdade é que, ainda que tenha sido selecionado para ocupar uma posição, isso não significa que deva aceitar essa oferta de emprego. Há várias questões que deve colocar e que o vão ajudar a perceber se a proposta é ou não vantajosa para si, se vai (ou não) ao encontro dos seus objetivos e metas profissionais ou se, simplesmente, se vai sentir realizado profissionalmente. Para chegar à decisão só precisa de responder a algumas questões.

 

1. A oferta corresponde ao acordado?

Nunca aceite uma oferta de emprego sem antes ter falado e acordado todos os termos e condições da proposta. Falamos das questões salariais, de horários, descansos semanais, férias ou subsídios de férias, transporte, alimentação, por exemplo. Estes detalhes devem sempre ser discutidos e acordados antes de aceitar a proposta. Só assim pode garantir que você e a entidade empregadora estão de acordo e prontos para começar a trabalhar em conjunto.

 

2. Quer realmente este trabalho?

Ok, foi o candidato escolhido e isso mostra que, claramente, os recrutadores acham que tem o que é preciso para fazer este trabalho, mas pense se realmente é isso que quer fazer. Informe-se sobre todos os detalhes das funções que lhe serão atribuídas e na rotina diária que terá que cumprir para perceber se realmente se imagina a fazer este trabalho ou não.

 

3. A posição é interessante ou desafiante?

Se for daqueles profissionais que necessita de se sentir constantemente desafiado para se manter motivado esta questão não pode faltar na sua lista. De nada lhe adianta aceitar a oferta se passado pouco tempo vai estar entediado. Assegure-se que é capaz de fazer o trabalho, mas que tem a dose certa de interesse ou desafio para o manter entusiasmado.

 

4. Tem perspetivas de evolução?

Todos os profissionais ambicionam evoluir e subir na carreira. Se essa também é a sua ambição analise bem as possibilidades de crescimento profissional que a proposta lhe oferece. Neste caso pode tentar “sondar” os recrutadores sobre casos de outros profissionais que tenham ocupado a mesma posição que agora lhe é oferecida e que tenham subido dentro da hierarquia da empresa para perceber se tem ou não hipótese de crescer profssionalmente. 

 

Outras perguntas…

Perguntas há muitas. Além dos exemplos que citamos pode ainda incluir outras na sua lista tais como: vai gostar de trabalhar na empresa? Gostou das pessoas que conheceu? Como se compara a oferta ao seu atual/anterior emprego? A localização interessa-lhe ou não? Enfim, o importante é que não se deixe levar pelo entusiasmo inicial e que pondere as suas possibilidades antes de dizer que sim. Só assim pode entrar com o pé direito, caso decida aceitar. 


Veja também: