O que ver em Moscovo: os melhores bairros e ruas

Descubra o que ver em Moscovo – dos principais barros às ruas mais famosas, fique a conhecer algum dos melhores locais para passear a pé na cidade. 

O que ver em Moscovo: os melhores bairros e ruas
Deixe-se deslumbrar pelas ruas da capital russa

Uma das melhores formas para conhecer as cidades é andando a pé, e Moscovo não é exceção. Damos-lhe algumas dicas sobre o que ver em Moscovo, incluindo as principais ruas, bairros e parques da cidade. 


Bairros, ruas e parques: o que ver em Moscovo


Praça Vermelha

praça

A Praça Vermelha é o coração e alma não só de Moscovo, mas de toda a Rússia. É uma das praças mais bonitas do mundo, chamando multidões de turistas para as suas atrações: a Catedral de São Basílio, a Catedral de Kazan, o Kremlin, o Mausoléu de Lenine, entre outras. Tudo o que ver em Moscovo começa aqui, e seja de noite ou de dia, a Praça Vermelha é, de facto, um local de uma beleza estonteante. 



Rua Arbat

arbat

Ponto de passagem obrigatória para turistas, a Rua Arbat é uma das mais conhecidas e antigas de Moscovo. É o local ideal para comprar souvernirs a preços acessíveis e, para além das lojas de recordações, encontrará cafés requintados e a casa-museu onde viveu o poeta Alexandre Pushkin. A rua Arbat fica a uma caminhada de cerca de dez minutos do centro, mais concretamente, da entrada principal do Kremlin. 



Rua Tverskaya

tverskaya

Entre todos os locais que tem que ver em Moscovo, não se esqueça da Rua Tverskaya. A principal rua da cidade começa no Kremlin e estende-se por toda a cidade até à rua Leningradskoe Shosse. Povoada por casas centenárias, onde a elite russa, no passado, vivia, na Rua Tverskaya não faltam também lojas, cafés, clubes e restaurantes, e o movimento é constante. Se preferir, basta deslocar-se para algumas ruas em redor e encontrará zonas mais calmas, onde pode passear tranquilamente. 



Parque Gorky 

gorky

O Parque Gorky foi criado em 1928, quando o Hospital Golitsyn e o Palácio Neskuchny se juntaram. A sua área, com 121 hectares, estende-se ao longo da margem do rio Movska e é povoada por inúmeros parques, feiras e, claro, espaços verdes. A roda gigante é um dos símbolos do local, que alberga também o Museu Garage. No Inverno, todo o parque se transforma num ringue de patinagem no gelo. Chegue ao parque apanhando o metro e saindo entre as estações Oktyabrskaya e Park Kultury.



Antiga Fábrica Outubro Vermelho

fábrica

A fábrica Outubro Vermelho, que funcionou como um local de produção de chocolate, deixou já há vários anos de produzir, mas no seu imponente edifício avermelhado nasceram diversos pontos de interesse urbanos – empresas, bares, restaurantes, galerias de arte, entre outros.

Algumas das principais atrações desta espécie de “ilha” que tem que ver em Moscovo são o Instituto Strelka, o Centro de Fotografia dos Irmãos Lumiere, com as suas retrospetivas, master classes, workshops e outros eventos, a Galeria de Arte Outubro Vermelho e um centro digital frequentado por profissionais das tecnologias da informação, com diversas conferências e workshops. Também aqui existem muitos locais onde pode jantar e ficar para beber um copo ou dançar. 

Veja também: