O que visitar em Florença: 9 museus e atrações imperdíveis

A belíssima capital da Toscana tem muitos encantos para oferecer, sobretudo para os amantes de história e arte. Saiba o que visitar em Florença. 

O que visitar em Florença: 9 museus e atrações imperdíveis
Arte, história e arquitetura ao virar de cada esquina

A cidade de Florença é cada vez mais um destino de viagem indiscutível, com alguns dos mais belos palácios, galerias de arte e monumentos em todo o mundo. A cada esquina da cidade há uma obra a apreciar, e os amantes de história e arquitetura vão deliciar-se com os tesouros da capital da Toscana. Se não sabe o que visitar em Florença, não perca as nossas dicas e comece já a preparar a sua viagem!


Atrações inesquecíveis para visitar em Florença

É na Piazza del Duomo (Praça da Catedral) que vai encontrar alguns dos monumentos mais visitados em todo o mundo. A uma curta distância entre si, a Catedral de Santa Maria del Fiore, o Campanário de Giotto, o Batistério de São João e o Museo dell'Opera constituem o património mais rico da cidade, sendo, por isso, atrações que não pode deixar de visitar em Florença.

Pode até comprar um bilhete de 15€ que lhe permite entrada em todos os locais, desde que o faça em menos de 48 horas. 
 


Catedral de Santa Maria del Fiore (Catedral de Florença)

catedral

Com o título oficial de Catedral de Santa Maria del Fiore, esta é a terceira maior igreja em todo o mundo (a seguir à Basílica de São Pedro em Roma e à Catedral de São Paulo, em Londres). A sua construção iniciou-se em 1296 e só ficou concluída dois séculos depois, algo que ficou patente nos diferentes estilos arquitetónicos do edifício. No século XIX, a catedral sofreu também uma nova intervenção. 

A cúpula de Brunelleschi é um dos maiores símbolos da cidade. Para lá chegar, tem que subir 463 degraus, mas pode ir apreciando os interiores da catedral e os impressionantes frescos da cúpula, pintados no século XVI por Giorgio Vasari e Federico Zuccari. 

Não se esqueça de visitar também as ruínas da antiga Catedral de Santa Reparata, descobertas entre 1965 e 1973 por baixo da catedral. Aqui poderá ver os túmulos de Lando di Giano, Niccolò Squarcialupi e Giovanni Di Alamanno, da família Medici. 



Campanário de Giotto

Logo ao lado da catedral encontrará o Campanário de Giotto, para muitos a mais bela torre de sinos em Itália. Este brilhante exemplar de arquitetura gótica tem 85 metros, e subir ao topo significa pisar 414 degraus. 

Há semelhança da catedral, o campanário é exemplarmente ornamentado com mármore branco, vermelho e verde, e os seus painéis hexagonais e em losangos contêm cenas esculpidas que contam a história da Humanidade. 
 


Batistério de São João

batistério

Inclua também o Batistério de São João na sua lista de atrações a visitar em Florença. Mesmo em frente à Catedral de Florença, esta é uma das mais antigas igrejas na cidade, que funcionava como batistério quando foi erigida, no século IV. Mais tarde, foi reconstruída, ganhando dimensão e o seu formato octagonal. No entanto, ainda hoje este local deixa muitos historiadores e académicos em dúvida quanto à sua data de fundação. 
 


Museo Dell’Opera

No Museo Dell’Opera vai poder apreciar mais de 750 obras de arte, que representam 720 anos de história. Ao longo de seis mil metros quadrados, 25 salas e três andares vai poder apreciar algumas das obras de arte mais reconhecidas em todo o mundo, como as esculturas de Donatello ou a Pietá de Michelangelo. 

O museu detém a maior concentração de esculturas florentina, com obras do período medieval e da Renascença em bronze, mármore e prata. Muitas delas já figuraram no interior ou exterior de alguns dos monumentos que se encontram neste local – o Batistério de São João, a Catedral de Florença e o Campanário de Giotto. Não se esqueça de subir ao terraço para ter uma vista fantástica da cidade e da cúpula de Brunelleschi, na catedral. 
 


Piazza Michelangelo

piazza

Embora não tenha, por si só, muitos motivos de visita – para além de réplicas de estátuas de Michelangelo e algumas bancas de souvenirs e lanches – a Piazza Michelangelo tem a melhor vista sobre a cidade, motivo suficientemente forte para a incluir na sua lista de atrações a visitar em Florença. 

A praça fica do lado esquerdo do Rio Arno, numa zona elevada de onde se avista a Catedral de Florença, a inconfundível Ponte Vecchio e as ruínas das muralhas da cidade. Seja dia ou noite – aconselhamos também a visita ao cair do sol - a vista da Piazza Michelangelo sobre a cidade é de cortar a respiração.
 


Ponte Vecchio 

São quatro as pontes que atravessam o Rio Arno, sendo a Ponte Vecchio um dos maiores símbolos da cidade, com os seus três arcos e as lojas de joalharia e antiguidades. Vai encontrar verdadeiras relíquias de preços elevados, mas também pode trazer alguns souvenirs mais em conta. Curioso é o facto de esta ponte ter sido a única que não foi destruída pelos alemães em 1944, durante a Segunda Guerra Mundial.

Da ponte tem vista para o Corredor Varasiano, construído em 1565 sob a ordem de Cosimo I, que o usava para circular entre o Palazzo Pitti e o Palazzo Vecchio.



Palazzo Vecchio

palazzo

Construído no século XIV, o Palazzo Vecchio tem sido sempre a casa do governo da cidade, embora tenha sido ampliado e modificado diversas vezes ao longo dos séculos, sobretudo quando os Médici governavam Florença. Hoje, o palácio é também um museu onde pode conhecer a fundo a história da cidade e algumas das suas figuras mais marcantes.

Para além disso, pode subir ao topo para ter uma vista sobre a cidade e a belíssima Piazza della Signoria, mesmo ali à frente. O bilhete regular custa 18€.
 


Galleria del Uffizi

Não se deixe desencorajar pela longa fila de espera para entrar na Galleria del Uffizi. As obras de Botticelli, Giotto, Michelangelo, Leonardo da Vinci e Raffaello, entre outros, valem mesmo a pena. A maior parte das obras foram cedidas pelos Médici ao estado da Toscana, com o ímpeto de “embelezar o Estado, ser útil para o Público e atrair a curiosidade dos estrangeiros”.

Dado que este é um dos museus mais visitados em todo o mundo, podemos dizer que a missão foi cumprida. O bilhete regular custa 8€
 


Galleria dell’Academia

galleria

Construída para acolher uma das obras mais marcantes da Renascença – David, de Michelangelo – a Galleria dell’Academia é mais uma das atrações que tem mesmo que visitar em Florença. David, em particular, é uma peça impressionante, graças ao detalhe das veias nos seus braços, dos músculos das pernas e a expressão do rosto, que parece alterar-se se nos movermos em torno da estátua.

Do mesmo autor, pode ver San Matteo e Prigioni, e em salas adjancentes encontrará pinturas de Andrea Orcagna, Taddeo Gaddi, Domenico Ghirlandaio, Filippino Lippi e Sandro Botticelli. O bilhete regular custa 12€.

Veja também: