O que visitar em Viena: 8 museus e atrações inesquecíveis

Saiba o que visitar em Viena: dos imponentes palácios aos parques e museus, confira as principais atrações da capital austríaca.

O que visitar em Viena: 8 museus e atrações inesquecíveis
Parta em busca de uma cidade plena de charme e história

Viena é o local ideal para os amantes de história e arquitetura. Esta cidade foi palco de grandes momentos na vida da Europa ao longo de séculos, e os seus palácios, museus e teatros são uma preciosa herança que ficou desses tempos. Se não sabe o que visitar em Viena, fique a par dos principais museus e atrações que pode ver na capital austríaca. 


Museus e Atrações que não pode perder em Viena


Wurstelprater

No coração da cidade, na zona de Leopoldstadt, o Wurstelprater foi fundado em 1827 e é o parque de diversões mais antigo do mundo. É lá que vai encontrar a roda gigante, um dos maiores símbolos de Viena, bem como um sem fim de outras atrações como carrosséis, comboios fantasma, montanhas russas ou o comboio Liliputbahn, que permite aos visitantes fazer uma tour pelo parque.

Todo o cenário está envolvido pela natureza e várias áreas verdes, e o melhor de tudo é que, ao contrário de muitos parques deste género, a entrada é gratuita. Só paga se decidir experimentar alguma das atrações, e os valores oscilam entre 1,50€ e 5€.
 


Casa de Hundertwasser

hundertwasser

Concebida pelo arquiteto Friedensreich Hundertwasser, esta casa, com a sua fachada de painéis coloridos, parece saída de um filme de animação. O edifício só pode ser visto do exterior, uma vez que os seus apartamentos estão habitados, mas a Casa de Hundertwasser é definitivamente um atração que tem que visitar em Viena.

Até porque, mesmo ao lado da casa, na rua Lowengasse, fica o Kunst und Café, que possui várias obras do artista, e o Hundertwasser Village, um centro comercial criado pelo próprio, com várias lojas, um café e o Museu de Hundertwasser, com uma exposição permanente distribuída por dois andares e exposições temporárias no restante espaço. A entrada para o museu custa 10€.



Catedral de Santo Estevão

Possivelmente o maior símbolo da cidade, a Catedral de Santo Estevão é uma atração obrigatória para visitar em Viena. Aquela que é hoje uma das estruturas góticas mais importantes na Áustria é composta por quatro torres. A maior, com cerca de 136, obriga a subir 343 degraus, mas a vista sobre a cidade é soberba. 

Pode visitar várias capelas e altares, sendo que, na catedral, vai encontrar inúmeras relíquias ornamentadas com ouro e pedras preciosas, ostensórios, textos litúrgicos e paramentos. Visite o túmulo do imperador Friedrich III, do Príncipe Eugénio de Saboia e do Duque Rodolfo IV de Habsburgo. 

A catedral tem entrada gratuita. Aproveite e faça uma das tours disponibilizadas (4,50€ para adultos e 1,50€ para menores de 15). A subida à torre do sul custa 3,50€ para dultos e 1€ para estudantes ou menores de 15.
 


Palácio de Schönbrunn 

palácio

O Palácio de Schönbrunn é um impressionante complexo de arquitetura barroca com um palácio, jardins, a Casa da Palma (uma gigante construção em vidro e aço que alberga um jardim botânico), o edifício Gloriette e um Zoo. Se puder dar-se a esse luxo, dispense um dia inteiro para visitar o Palácio de Schönbrunn – vai ver que vale a pena. 

O palácio, que pertenceu aos Habsburgo (uma das principais dinastias europeias entre o século XV e XX) e é património da Unesco mantém-se, ainda hoje, no seu estado original. Faça a tour pelas salas residenciais e cerimoniais da família e visite os labirínticos jardins. Bilhetes para adulto a partir de 13,30€, crianças a partir de 9,80€ e estudantes (entre os 19 e 25) a partir de 12,30€.
 


Palácio de Hofburg

Foi no Palácio de Hofburg que se escreveu muita da história europeia até ao século XX. Durante séculos aqui viveram os Habsburgo, principalmente no Inverno, enquanto que o Palácio de Schönbrunn era ocupado durante o Verão.

Os seus edifícios principais refletem mais de 700 anos da história da arquitetura, do Gótico ao Renascimento, Barroco ao Rococó e Classicismo. Com todas as suas praças e jardins, o complexo de Hofburg tem uma grandeza impressionante: ocupa uma área de 23 hectares, tem 18 edifícios, 19 praças e 2600 salas. Faça as suas escolhas, e não se esqueça dos Apartamentos Imperiais, o Museu da Princesa Sissi e a Câmara do Tesouro.

Entradas para adulto a partir de 12,90€, 7,70€ para crianças e 11,90€ para estudantes (entre os 19 e 25).
 


Palácio e Museu de Belvedere

belvedere

Construído no século XVIII, o Palácio de Belvedere tinha como objetivo inicial funcionar como a residência de Verão do Príncipe Eugénio de Saboia. Considerado um dos maiores marcos europeus da arquitetura barroca, o palácio divide-se em dois – Belvedere Inferior e Belvedere Superior – e tem também uma vasta área de jardins.

No interior, poderá ver obras de arte austríaca desde a Idade Média até hoje, bem como de artistas de renome internacionais como Claude Monet, Vincent van Gogh ou Max Beckmann. Um dos pontos altos do museu é a coleção de pinturas de Gustav Klimt, sendo o seu expoente máximo o quadro O Beijo.

O bilhete combinado, que dá acesso a ambas as partes do palácio, custa 20€ para adultos, é gratuito para crianças até aos 18 anos e custa 17€ para estudantes entre os 19 e 26 anos.

 

Câmara Municipal de Viena

Não saia de Viena sem visitar a Câmara Municipal (Rathaus), sediada num deslumbrante edifício de estilo neo-gótico. O seu tamanho – cerca de 14 mil metros quadrados – impressiona, e a praça principal (a maior entre sete) recebe inúmeras atividades, como os concertos de Verão e o ringue de patinagem no Inverno. 

É também aqui que se realiza o Life Ball, um grande evento anual cujo objetivo é apoiar pessoas infetadas com o vírus do HIV, e em Novembro o Mercado de Natal cria a atmosfera perfeita para receber a quadra festiva. A Câmara Municipal de Viena acolhe também a Biblioteca Regional e Arquivo Regional.



Ópera Estatal de Viena

oepra

É muito graças à atividade da Ópera Estatal de Viena que a capital austríaca granjeou o título de Cidade da Música. O seu edifício, um dos mais esplêndidos teatros em todo o mundo, e a atividade que ali se produz, com alguns dos melhores compositores, maestros e dançarinos e uma produção artística que ronda as 300 performances de ópera e ballet por ano, fazem da Ópera uma atração imperdível, que tem que visitar em Viena.

O edifício, com a sua arquitetura reminiscente do estilo francês renascentista, foi construído em 1869, e os seus interiores incluem uma imponente escadaria para o primeiro andar, o hall onde pode apreciar as pinturas de cenas de ópera de Moritz von Schwind e a Sala de Chá, com as suas valiosas tapeçarias. 

Os preços para fazer uma tour ficam nos 7,50€ para adultos e nos 3,50€ para crianças e estudantes (até aos 27 anos), e variam também caso queira assistir a algum espetáculo.

Veja também: