7 óleos que ajudam a emagrecer: conheça as diferentes formas de os usar

São usados como aromaterapia, como cosméticos e estão cada vez mais presentes na alimentação. Conheça 7 óleos que ajudam a emagrecer.

7 óleos que ajudam a emagrecer: conheça as diferentes formas de os usar
Quer perder peso? Conheça os óleos que o podem ajudar

Uma das principais caraterísticas dos óleos é a sua versatilidade. Na verdade, podem ser usados na alimentação, na cosmética e, também, na aromaterapia. Conheça 7 óleos que ajudam a emagrecer.

A maioria dos óleos a seguir indicados encontram-se à venda em lojas de produtos biológicos e cosméticos naturais.

7 óleos que ajudam a emagrecer

Óleo de gengibre

óleo gengibre

As qualidades do gengibre são inúmeras: anti-inflamatório; redução dos níveis de glicose; vantagens ao nível da circulação e prevenção de problemas de cardiovasculares. Contudo, há ainda uma propriedade a acrescentar: a sua capacidade de aumentar o calor, através da estimulação metabólica. O que, por si só, é sinónimo de queimar calorias.

Atualmente, existe a possibilidade de adquirir o gengibre em formato de óleo. Deste modo, basta juntar duas gotas de óleo de gengibre, a uma chávena de água morna e… desfrutar de todas as propriedades deste produto.

Por outro lado, a versatilidade deste óleo permite também usá-lo também em massagens, ou ainda no banho, tirando assim proveito das propriedades energizantes.

Óleo de canela

óleo canela

A canela pode ser uma grande mais-valia na dieta. Para além de ser extremamente rica em fibras, ajuda a reduzir o apetite, auxiliando na redução de acumulação de gordura no organismo.

Além disso, sendo um condimento, pode usar a canela como substituto do açúcar, diminuindo assim a quantidade de açúcares e de calorias ingeridas.

Por outro lado, sendo um dos óleos que emagrecem, ajuda na modelação do corpo, no emagrecimento, funcionando ainda como drenante.

Óleo de alfazema

óleo alfazema

A alfazema, também conhecida como lavanda, tem propriedades benéficas para a saúde, para além de ser um dos óleos que ajudam a emagrecer. Deste modo, se numa situação de stress se refugia na comida, a aromaterapia pode ajudar, bastando para isso aplicar algumas gotas deste óleo na pele.

Para além disto, a alfazema ajuda a reduzir o stress e a ansiedade, diminuindo o ritmo cardíaco e, como consequência, melhorando a qualidade do sono. Isto deve-se sobretudo às suas propriedades tranquilizantes e neurosedativas, que ajudam no combate à insónia. Razões mais do que suficientes para esta ser uma das plantas para ter no quarto.

Óleo de limão

óleo limão

Ao beber água com limão estamos não só a tornar o sangue mais “limpo”, como também a potenciar a perda de peso. Como consequência, ao contribuir para um organismo equilibrado, a água com limão acelera o metabolismo e, como tal, é benéfico para a manutenção e redução do seu peso.

Porém, o óleo de limão é considerado como um dos cosméticos naturais e um dos óleos que emagrecem. As suas vantagens saem enaltecidas, uma vez que as suas gotas atuam na prevenção de circulação; obesidade; celulite e varizes. Na verdade, todas estas vantagens se encontram asseguradas pelas suas propriedades detox.

Por outro lado, pode ainda ser utilizado em massagens ou num banho relaxante.

Óleo de abacate

óleo abacate

Para além da sua versatilidade na cozinha, o abacate é rico em gorduras saudáveis, fibras e vitaminas, ajudando ainda na prevenção de várias doenças. Todos estes benefícios, juntamente com o facto de conter apenas 1 grama de açúcar por abacate, torna esta fruta num superalimento.

Por outro lado, evita a acumulação de gordura abdominal, favorecendo o aumento de massa magra. Esta propriedade está garantida pelos elevados níveis de fibra, uma vez que 7% do peso deste fruto corresponde a fibra.

De todos os modos, o óleo vegetal de abacate já se encontra disponível no mercado. Pelo que pode incluir este óleo na sua alimentação, nomeadamente nas sopas e saladas.

Óleo de coco

óleo coco

São inúmeras as vantagens do óleo de coco, nomeadamente: fortalecimento do organismo, fonte de energia e hidratação da pele.

À semelhança do óleo de abacate, também o óleo de coco pode ser utilizado na alimentação. Na verdade, esta é considerada uma gordura de excelência. A principal razão para esta categorização deve-se ao tipo de gorduras presentes no óleo de coco, que garantem que não perde as suas qualidades, mesmo quando submetido a altas temperaturas.

Por outro lado, o facto de ser um dos óleos que emagrecem, prende-se com vários estudos  que indicam que as pessoas que consomem óleo de coco queimam em média mais 200 kcal, face às que não consomem.

Óleo de linhaça

óleo linhaça

A linhaça é um produto bastante versátil, uma vez que pode ser consumida como semente, farinha ou óleo. O facto de queimar a gordura abdominal e o seu poder detox, são dois benefícios que tornam a linhaça uma das sementes mais poderosas.

O óleo de linhaça atrasa a digestão, absorvendo substâncias presentes no intestino delgado, como a glicose e o colesterol. Deste modo, este é um alimento adequado para a dieta dos diabéticos, no sentido em que ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e prevenir a obesidade.

Veja também: