7 possíveis razões para ter o olho a tremer

Stress, alergias e falta de descanso são algumas das razões para ter o olho a tremer. Perceba os sinais que o seu corpo lhe está a enviar.

7 possíveis razões para ter o olho a tremer
Olho a tremer? Conheça as principais causas

À primeira vista, pode parecer um tique nervoso ou um espasmo. Mas se tem o olho a tremer de forma repetitiva, deverá consultar um médico, uma vez que isso pode ser indicador de algum problema de visão ou de saúde.

Saiba o que pode significar o olho a tremer repetitivamente


1. Olho seco

olho seco

Uma das principais razões para ter o olho a tremer está associada ao síndrome do olho seco. Este é um problema muito comum, sobretudo para pessoas que trabalham em ambientes com ar condicionado ou ao computador.

Neste sentido, uma forma de contornar este sintoma é usar um colírio hidratante, fazendo o efeito de lágrimas artificiais. Por outro lado, se trabalha ao computador deve fazer pequenas pausas, ao fim de umas ou duas horas.

2. Stress

O stress, considerado a doença do século XXI, é uma resposta de defesa do organismo perante uma determinada situação, que pode ser de natureza física ou emocional.

Neste caso particular, o stress acaba por se manifestar de diversas formas, entre as quais as palpitações, nomeadamente nos olhos. De modo a contornar este problema e minimizar, assim, os efeitos do stress, adote hábitos saudáveis, como yoga e meditação.

3. Problemas de visão

problemas de visão

O facto de ter o olho a tremer pode ser um dos primeiros sintomas de alguma doença de visão como, por exemplo, o glaucoma. No caso particular do glaucoma, deve ter especial atenção, sobretudo porque não existe cura para a doença, mas sim tratamentos que retardam o avanço da doença.

Como tal, se este espasmo involuntário se continuar a manifestar, o melhor será consultar um oftalmologista, de modo a tirar qualquer dúvida.

4. Falta de vitaminas

Desde pequenos que ouvimos que as cenouras fazem bem aos olhos. Mas, será que fazem mesmo ou será apenas mais um dos mitos sobre a alimentação?

Na verdade, as cenouras são um alimento rico em vitamina A, que tem como principal função a manutenção da saúde da visão, nomeadamente protegendo a córnea. Deste modo, uma das manifestações de carência de vitamina A é a dificuldade em adaptar-se a locais escuros, também conhecida como cegueira noturna.

5. Alergias

alergias

Ao contrário do olho seco, as alergias conduzem a um excesso de produção de lágrima, o que por sua vez vai provocar uma maior comichão nos olhos.

Por sua vez, este excesso de lágrima, conjugado com o facto de coçar mais os olhos, leva a uma produção excessiva de histamina, que pode fazer com que tenha a tal sensação de o olho a tremer. Uma forma de contornar este sintoma é tomar anti-histamínicos.

6. Falta de descanso

O recomendado é dormir 7 a 8 horas por dia e por várias razões: regular a produção de hormonas, regenerar as células, contribuir para o correto funcionamento do sistema imunológico, etc.

Assim sendo, dormir menos horas do que o recomendado apresenta diversos malefícios, sendo que um deles é o olho a tremer. Isto acontece porque as pálpebras, tal como o restante organismo, têm que fazer um maior esforço para trabalhar, acabando assim por ficarem mais cansadas.

7. Demasiado café ou álcool

demasiado café

Tanto o café como o álcool acabam por ter efeitos benéficos, quando consumidos com moderação. Contudo, e no caso do café, ao exceder a dose diária recomendada de 400 mg, as suas caraterísticas estimulantes saem reforçadas.

No caso do álcool, quando consumido em demasia, pode conduzir a um défice nas capacidades psicomotoras e cognitivas. Por todas estas razões, outras das consequências inerentes de beber demasiado café e álcool prende-se com o facto de ambas as bebidas contribuírem para a sensação de olho a tremer.

Veja também: