Descubra onde recrutam as grandes marcas de luxo

Onde é que as grandes marcas recrutam? Saiba que as grandes marcas do mundo da moda têm protocolos com escolas e universidades de diferentes países.

Descubra onde recrutam as grandes marcas de luxo
Da Gucci à Calvin Klein, saiba onde recrutam as marcas de luxo

Se sempre sonhou trabalhar no mundo da moda e em marcas mundialmente conhecidas, a realização do seu sonho poderá passar por candidatar-se aos cursos de determinadas escolas ou universidades que mais se adequam à sua área. Continue a ler e fique a saber onde é que as grandes marcas recrutam!

Candidatar-se à Universidade de Kingston é candidatar-se à possibilidade de trabalhar na Tommy Hilfiger, em Amesterdão. A americana PVH, uma das maiores empresas mundiais de vestuário, que possui marcas emblemáticas como Calvin Klein, Tommy Hilfiger, Van Heusen, entre outras, recorre a alunos desta universidade para colaborarem em projetos das suas marcas.

A italiana Brioni, casa de moda masculina da Kering, é parceira do Royal College of Art de Londres e realiza anualmente competições de talentos para recrutar estagiários.

Quer saber mais sobre onde é que as grandes marcas recrutam?

Saiba onde é que as grandes marcas recrutam


As principais casas de luxo não podem falhar no recrutamento e arriscar a reputação da marca. Atualmente, as principais marcas estão cada vez mais a apostar no desenvolvimento de protocolos e parcerias com as melhores universidades do mundo para recrutar os melhores talentos.

Desta forma, estas parcerias tornaram-se a melhor chave para a abrir a porta de entrada de uma destas empresas mundialmente reconhecidas.

Através destes programas e parcerias, as empresas não conhecem apenas o portefólio de um potencial candidato, vão conhecendo também os alunos e, em vez do “tiro no escuro”, apostam no trabalho de quem já conhecem.

Seja na área da gestão, na área do design ou na área da engenharia, são várias as escolas e universidades reconhecidas pelas marcas de luxo pelos talentos que geram nas mais diferentes atividades. Continue a ler e saiba onde é que as grandes marcas recrutam.

designer

Grupo Kering: escolas e universidades onde recruta

O Grupo Kering, que detém marcas como a Gucci, Saint Laurent, Bottega Veneta, Balenciaga, Stella McCartney, Alexander McQueen e Brioni, tem como “um dos principais objetivos atrair, recrutar e desenvolver os melhores profissionais para todas as áreas de atividade”.

Para a área da gestão, o grupo de luxo patrocina o “Certificado de Luxo Kering” na escola de negócios internacional HEC em Paris. O programa inclui seminários liderados por gestores da Kering e visitas às marcas do grupo, bem como uma competição anual, com o júri composto por professores da HEC e diretores da Kering. Em 2017, 38 participantes de 15 países diferentes foram admitidos no programa que, de acordo com Kering, regularmente resulta em contratações do grupo.

Do lado criativo, a Kering tem, por exemplo, uma parceria com o Centro de Moda Sustentável da London College of Fashion, que inclui um curso de mestrado em sustentabilidade apoiado pela empresa, bem como o Prémio Kering anual para a moda sustentável –  prémio monetário e/ou uma colocação de estágio – e uma palestra anual dada por um executivo da Kering. No encontro deste ano, em outubro, o executivo-chefe da Gucci, Marco Bizzarri, anunciou que a marca não usaria mais pele verdadeira em roupas e acessórios da marca.

Na Parsons School of Design, em Nova Iorque, a Kering concede a dois alunos de moda a oportunidade de participar ou estagiar numa das suas marcas. A parceria com a Universidade de Tsinghua, em Pequim, inclui dois programas: o estúdio de inovação artística, que ajuda estudantes a criar seu próprio espaço de trabalho e um programa de apoio financeiro a 10 estudantes do sexo feminino.

Há também programas mais especializados nas marcas da Kering, incluindo uma parceria entre La Scuola dei Maestri Pellettieri, a oficina da Bottega Veneta e a Universidade IUAV de Veneza, que oferece estágios profissionais na criação de malas e outros acessórios.

Na Brioni, os alfaiates são formados numa escola própria de costura – Scuola di Alta Sartoria – enquanto outros talentos são aproveitados pelo Royal College of Art, onde a marca apoia competições e recruta estagiários.

A Gucci fez, recentemente, uma parceria com a escola de moda italiana Polimoda para lançar um curso de mestrado em gestão de retalho de moda.

Grupo LVMH: escolas e universidades onde recruta

A LVMH detém marcas como a Louis Vuitton, Céline, Givenchy, Dior, Loewe e Marc Jacobs, entre outras. A empresa recruta em escolas tradicionais de design, incluindo o Institut Français de la Mode, a Central Saint Martins e a Parsons School of Design, mas também recorre à Harvard Business School, INSEAD e HEC para contratar para a área da gestão.

Na ESSEC, escola de negócios francesa, os estudantes podem ser selecionados para a cadeira LVMH, um programa de gestão de marca de luxo com seminários liderados por gestores da LVMH, complementados por visitas e estágios na empresa. Os alunos também conseguem trabalhar num projeto da vida real com um gestor de marca LVMH. A LVMH e Dom Pérignon também apoiam a cadeira “Savoir-Faire d’exception” da ESSEC, um curso de 20 alunos que explora a importância do património na indústria de luxo.

Na HEC Paris, a LVMH apoia uma cadeira de gestão geral em excelência e experiência de clientes. Futuros alunos interessados em cadeia de distribuição e logística podem procurar a escola francesa de Engenharia CentraleSupélec, onde o grupo apoia um curso sobre o assunto.

A Universidade Bocconi de Milão tem uma disciplina de gestão de moda e luxo em parceria com a LVMH, que também apoia a área de luxo do seu programa de MBA. Na Ásia, a empresa colabora com a Singapore Management University numa parceria de investigação que visa conhecer melhor o mercado de bens de luxo no oriente, através de estudos de caso.

No lado do design e criativo, a LVMH recruta frequentemente estagiários e designers do Central Saint Martins, bem como da Parsons School of Design. Em 2016, o grupo lançou “Sustentabilidade e Inovação no Luxo”, uma parceria estratégica com a Central Saint Martins para identificar “soluções de ponta para abordar a sustentabilidade futura e a inovação no luxo”. A LMVH também oferece formação profissional através do seu Institut des Métiers d’Excellence.

Grupo PVH: escolas e universidades onde recruta

A PVH tem como principais marcas a Calvin Klein e a Tommy Hilfiger. O grupo, com sede em Nova Iorque, recebe 300 a 350 estagiários de verão no seu programa de 10 semanas. E isso não inclui os que estão nos seus escritórios na Europa. A empresa contrata 20% a 25% dos estagiários todos os anos. A Calvin Klein recebe 50 novos estagiários todos os semestres.

A PVH tem relações de trabalho com mais de 250 escolas em todo o mundo. Muitos executivos seniores formaram-se em escolas localizadas na costa leste dos Estados Unidos – incluindo o Fashion Institute of Technology, a Universidade de Filadélfia e o Savannah College of Art and Design.

Na Europa, a PVH trabalha regularmente com o London College of Fashion e a Universidade de Kingston e, na Ásia, com a Universidade de Hong Kong.

Agora que já sabe onde é que as grandes marcas recrutam, porque não candidatar-se a uma destas escolas ou universidades? Há programas para receber alunos estrangeiros.

Veja também: