7 dicas para criar e gerir um orçamento para o Natal

Não sabe como construir o orçamento para o Natal? Siga as nossas dicas e descubra como aproveitar a quadra festiva sem sacrificar a sua carteira.

7 dicas para criar e gerir um orçamento para o Natal
Siga as nossas dicas para poupar neste Natal

Quem não adora a noite de Consoada, repleta de boa comida e com os familiares e amigos mais próximos? As ruas e as lojas já se começam a preparar para a quadra festiva e está na altura de começar a fazer o mesmo. Antes de partir para as compras da época, faça o seu orçamento para o Natal.

Se quer poupar e controlar os gastos desta época, deve estar bem preparado para o mês que se avizinha. Para isso, nada melhor do que um “plano de ataque”.

Como é que posso fazer um orçamento para o Natal

Calma, não se preocupe: só precisa de algum tempo para organizar as ideias e preparar a carteira para as compras da época. Passo a passo, vamos ajudá-lo a construir o seu orçamento para o Natal.

Pode fazê-lo no seu computador ou, para os mais tradicionais, numa simples folha de papel. Só precisar de manter o foco no essencial.

poupar no natal

6 passos para construir o seu orçamento para o Natal

1. Faça o balanço dos gastos do ano passado

Antes de definir o orçamento para este ano, calcule os gastos do passado: só dessa forma vai conseguir perceber onde gastou mais e menos dinheiro.

Inclua no balanço os presentes (que concentram a maior fatia do orçamento), os jantares com amigos e colegas da empresa, deslocações a casa de familiares e idas às compras, combustível, alimentos para as refeições em casa e decorações de Natal.

Com esse valor em mente, será mais fácil definir quais os montantes que, este ano, vai investir em cada uma dessas categorias.

2. Divida o orçamento para o Natal em categorias

É essencial que o seu orçamento esteja dividido em categorias. Defina o valor total e divida pelas diversas categorias.

Deixamos-lhe um pequeno exemplo que deverá ajustar à sua realidade: 130 euros para os presentes de Natal, 20 euros para as decorações de Natal, 80 euros para a ceia e demais refeições natalícias, 50 euros para as deslocações e mais 40 euros para os jantares de Natal com amigos e colegas de trabalho.

Com os valores definidos, conseguirá evitar deslizes orçamentais em todas as categorias.

3. Aponte o nome de todas as pessoas a quem vai oferecer presentes

Com o orçamento bem definido, deverá apontar o nome de todas as pessoas a quem vai oferecer presentes de Natal este ano. Acrescente, ainda, o que quer oferecer e o valor que está disposto a gastar com cada uma das pessoas dessa sub-lista.

Se, feitas as contas, a despesa prevista é superior ao orçamento anteriormente definido, faça uma nova distribuição de valores ou pense em soluções de presentes mais baratos a oferecer a cada uma das pessoas. Aposte em prendas low-cost ou feitas por si. São boas opções para poupar dinheiro na quadra festiva e manter-se fiel ao orçamento definido.

4. Acompanhe os gastos

Não se descuide. Apesar de já ter definido os gastos, guarde sempre os talões e vá conferindo os valores que for gastando. Um deslize de 10 euros numa categoria não é grave, mas o final do mês será desastroso se acumular gastos extra em todos os pontos do orçamento.

Vá somando os valores dos recibos e acompanhe em tempo real os gastos da época para manter-se focado e não destruir o orçamento definido.

5. Prefira comprar com dinheiro

Deixe o cartão de crédito em casa durante a época natalícia. Nesta altura do ano, é preferível que compre com o chamado “dinheiro vivo”. Com um orçamento definido para cada categoria, basta levantar o montante necessário antes de ir às compras. Assim tem a certeza que não gasta mais do que quer.

6. Crie o seu fundo natalício

Se quer ter a certeza que sobrevive à época natalícia sem perder as rédeas à conta bancária, crie já o seu fundo natalício. Falamos de uma espécie de conta-poupança onde, todos os meses, vai colocando de parte 10 euros, por exemplo, que utilizará no orçamento para o Natal. Se não fez este ano, comece já a preparar o Natal do próximo ano com esta dica que pode salvar-lhe a vida e o espírito natalício.

Veja também: