AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Ordenado mínimo em Portugal

Factos e valores do ordenado mínimo nacional.

Ordenado mínimo em Portugal
Odenado mínimo nacional – qual o valor praticado?

O ordenado mínimo português é dos mais baixos da Europa, juntamente com a Bulgária, a Hungria, a Roménia, a Lituânia e a República Checa. Em 2016, o valor da remuneração mínima foi fixado nos 530 euros, e discute-se o impacto desta subida nas taxas de emprego e desemprego. Uns defendem aumentos progressivos até 2019, enquanto outros defendem que o salário mínimo deveria atingir os 600 euros já no próximo ano. Saiba tudo!


Odenado mínimo nacional: qual o valor praticado em Portugal?

Atualmente, o valor do salário mínimo em Portugal é de 530 euros por mês.



Qual a percentagem da população a receber o ordenado mínimo?

Em Junho de 2016, 19% dos trabalhadores portugueses (no total, 627 mil pessoas) encontravam-se a receber o salário mínimo nacional. De igual modo, daquelas pessoas que iniciaram uma atividade profissional este ano, cerca de 30 por cento foram contratadas para prestar o seu trabalho em troca do salário mínimo, ou seja, para trabalhar por 530 euros por mês.



Como afetou a criação de emprego a subida do ordenado mínimo?

Entre Junho de 2015 e Junho de 2016, o número de vínculos profissionais teve um crescimento de 3,8% e passou de 489.700 para 508.500. Logo, verifica-se que ao contrário do que era estimado, o aumento do salário mínimo nacional não teve um impacto negativo na criação de novos empregos no nosso país.

Por outro lado, não se verificou um efeito positivo desta subida sobre os escalões salariais seguintes. Ou seja, os trabalhadores que já auferiam salários mais altos não viram as suas remunerações aumentar devido à subdia do salário mínimo.



Há aumentos previstos?

De momento, não existem previsões concretas para o aumento do ordenado mínimo em Portugal, embora a meta estabelecida corresponda a chegar aos 600 euros em 2019. A CGTP, contudo, avança com uma proposta de aumento do salário mínimo para 600 euros já no ano de 2017.



As estatísticas de desemprego serão afetadas se aumentar?

O Fundo Monetário Internacional acredita que não; os representantes da instituição acreditam que o aumento do emprego é o maior desafio que Portugal enfrenta nos próximos anos.



Curiosidades sobre o ordenado mínimo

  • Em 1977, o ordenado mínimo era de 17 euros e meio. Porém, como o custo de vida aumentou exponencialmente, o que se tem verificado nos últimos anos é que o poder de compra dos portugueses é menor em 2016 do que era nos anos 1970.
  • Na Madeira, o salário mínimo é de 540 euros e nos Açores é tem o valor de 556,30 euros.
  • Em Espanha, o valor do ordenado mínimo ascende aos 756,70 euros, e no Luxemburgo o valor atinge o máximo verificado na União Europeia: 1922,96 euros.

Veja também: