Como organizar o frigorífico

Organizar o frigorífico ajuda não só a manter os alimentos bem conservados mas também a poupar energia. Quer saber como? Nós damos as dicas.

Como organizar o frigorífico
Torne-se um profissional na arte de organizar o frigorífico

Antes de dar início ao processo de organização do frigorífico convém confirmar a temperatura – deve estar nos 4 graus centígrados, enquanto o congelador deve manter-se perto dos 17 graus negativos. Este é o primeiro passo para organizar o frigorífico, para evitar que as bactérias se desenvolvam e para garantir que conserva os alimentos por um período de tempo mais prolongado.


Dicas para organizar o frigorífico

1. Em primeiro lugar é importante não sobrecarregar as prateleiras. Nos frigoríficos é importante que o ar circule (ao contrário do que acontece nos congeladores), já que a ideia é manter a temperatura constante.

2. Antes de guardar as frutas e os legumes no frigorífico, lave-as para que não transportem consigo bactérias. 

3. Guarde os legumes em sacos de plástico e acrescente uma folha de papel de cozinha dentro do saco. Este truque de organização do frigorífico vai ajudar a absorver a humidade e, consequentemente, a prolongar a vida das frutas e dos legumes.

4. Abuse das embalagens, frascos e sacos – e até da película envolvente. Os alimentos que não estão devidamente guardados ou envolvidos secam, ganham e propagam bactérias e transmitem (e absorvem) odores para e dos restantes alimentos.

5. Pode usar dentro do frigorífico algumas técnicas que utiliza para organizar outra áreas da casa, como é o caso dos cestos. A utilização de cestos arejados para organizar e ganhar espaço dentro do frigorífico é uma boa ideia.

6. O frigorífico deve ser limpo pelo menos uma vez por mês: utilize uma misture de 2 colheres de bicarbonato de sódio para cada 1/4 de água quente. É importante evitar os detergentes porque os alimentos podem absorver os cheiros.

7. Não se esqueça de limpar e desengordurar as borrachas das portas. Utilize um pano humedecido e seque-as com um pano seco. Se as borrachas não forem bem tratadas poderão comprometer a eficácia do isolamento do frigorífico.

8. Sempre que se ausentar de casa durante vários dias, esvazie e desligue o frigorífico. Deixe as portas abertas para que não se formem maus cheiros. Além disso poupa energia.

9. Evite abrir e fechar a porta do frigorífico: além de aumentar a temperatura do frigorífico, aumenta também a quantidade de energia necessária para manter a temperatura ideal.



Onde guardar o quê?


Nas prateleiras superiores

Aqui devem ficar os alimentos que não precisam de ser cozinhados (como os embalados, as bebidas, os restos da refeição de ontem, as ervas aromáticas – dentro de um copo com água e tapadas com um saco de plástico – e até a charcutaria. É nas prateleiras superiores que as temperaturas são mais constantes.


Nas prateleiras inferiores 

Esta é a parte mais fria do frigorífico, por isso guarde aqui as carnes cruas, os ovos, o marisco ou os laticínios. Por outro lado, as frutas, os legumes e as hortaliças devem ficar guardados nas prateleiras (ou gavetas).



Na porta do frigorífico

A porta fica reservada a alimentos resistentes às variações de temperatura inerentes à abertura e fecho do frigorífico. Pode guardar aqui os sumos, a água e até os molhos, por exemplo.



O que não deve guardar no frigorífico

Há vários alimentos que devem ficar bem longe do frigorífico. Ou porque as temperaturas baixas aceleram o processo de amadurecimento, ou porque absorvem com muita facilidade os cheiros envolventes ou simplesmente porque há espaços melhores para manter o sabor e a textura dos mesmos. É o caso da batata, da cebola, do alho, do café, do mel, do abacate, do pão, do azeite e até do tomate e do manjericão.

Veja também: