Os 10 países mais baratos para as próximas férias

Saber quais são os países mais baratos do mundo para viajar, pode ser um fator decisivo ao escolher um destino para as próximas férias. Veja a nossa lista.

Os 10 países mais baratos para as próximas férias
Reúna a família e escolha o próximo destino de férias

Com a existência de transportadoras aéreas low cost, viajar é agora bem mais económico. Resta agora saber quais os países mais baratos para passar as próximas férias. Seja com a família ou com amigos, o importante é descobrir novos destinos e se entre eles estiverem alguns dos países mais baratos do mundo, tanto melhor!

Os 10 países mais baratos para férias

1. Camboja

camboja

Com estadias que podem custar 3€ por noite, o Camboja é um dos países mais baratos para ir de férias. Este país está na moda e destaca-se no sudeste da Ásia, especialmente entre os mochileiros e, cada vez mais, entre os turistas que procuram luxo de cinco estrelas sem ter que realmente pagar por isso.

A comprová-lo existe o Siddharta Boutique Hotel, com os interiores ricamente decorados, com dock de iPod em cada quarto e uma piscina ao ar livre de sonho! Tudo isto a partir de 57€ por noite.

Além de barato, tem uma localização privilegiada: a apenas dez minutos do mundialmente famoso Angkor Wat Archaeological Park. Recomendamos que visite este mítico local de preferência ao amanhecer para assistir ao nascer do sol atrás do próprio templo de Angkor Wat – uma experiência única.

2. Vietname

vietname

Ainda longe das grandes metrópoles e apesar da sua ascensão enquanto destino popular nos últimos anos, o Vietname é ainda um destino bastante acessível, bem como um país bonito, cheio de paisagens de sonho, tanto de montanha como de praia. Com cerca de 12€ por dia vai conseguir pagar o alojamento, as refeições, o transporte e ainda é provável que sobre uns trocos para beber um copo no final da noite.

O Bairro Antigo de Hanói, ao redor do Lago Hoan Kiem, é o melhor lugar para se encontrar com parte do charme pós-colonial da cidade. É também um raro oásis de calma nesta cidade de outra forma caótica, frequentada pelos moradores matutinos para a prática de tai chi.

Apesar da quantidade exagerada de turistas, ainda é possível experimentar e desfrutar de algumas maravilhas deste país sem problemas: fazendas de flores, fábricas locais de tofu, plantações de castanha de caju e, claro, os terraços icónicos de plantação de arroz, que valem muito a pena conhecer.

Com preços tão pequeninos, vale a pena reservar viagem para o Vietname. Conheça os programas de férias TopAtlântico para este destino >>

3. Índia

índia

Longe das principais cidades e destinos turísticos da Índia, como Mumbai e Deli, o custo de vida é ridiculamente baixo, mesmo viajando em primeira classe nos comboios, apanhando táxis para todos os lugares e fazendo as refeições nas barraquinhas de rua. A Índia é o sétimo maior país do mundo, por isso, há mesmo muito para conhecer e planear.

Dirija-se a oeste da Índia para Rajasthan para um assalto dos sentidos na capital do Estado, Jaipur, ou relaxar nas areias brancas de Kerala, no sul da Índia. Sem perder claro o túmulo mais famoso do mundo, o Taj Mahal, em Agra, no norte da Índia – só não vá a uma sexta-feira, pois estará fechado.

Conheça os encantos deste destino graças aos programas de férias TopAtlântico >>

4. Bolívia

honduras

Conhecida como o Tibete das Américas, a Bolívia é um destino relativamente remoto, sendo um dos dois únicos países sem litoral na América do Sul (o outro é o Paraguai). Passeie pela Calle Jaén, na capital La Paz, para um relance de estilo de vida sul-americana, onde cada rua oferece imagens únicas, sendo possível visitar alguns dos edifícios coloniais mais bem preservados da cidade, fachadas caiadas e varandas ornamentadas grelhadas a preto.

É também aqui que encontrará um conjunto de museus, incluindo a antiga casa de Pedro Domingo Murillo, que liderou as forças durante a Revolução de La Paz de 1809. A Bolívia é ainda um dos países mais baratos no que à comida e bebida diz respeito.

Se visitar este país, dirija-se a Oruro, uma cidade no coração do Altiplano famoso pelo Carnaval, que acontece todos os anos em fevereiro ou março para homenagear a Virgem da Candelária.

5. Hungria

hungria

Budapeste, a histórica capital húngara no Danúbio, é um must-see definitivo em termos de capitais europeias. Se as viagens podem não ser as mais baratas que encontrará, assim que estiver no país, poderá poupar imenso dinheiro. Delicie-se com bolos deliciosos, refresque-se com licor forte e sue nos famosos spas termais e delicie-se em Gerbeaud, onde a pastelaria gourmet é quase demasiado bonita para comer.

Se está numa onda de relaxar, visite o Lago Balaton, em Transdanubia, considerado o maior lago da Europa central e um retiro de verão popular para as famílias – fica a apenas uma hora e meia de Budapeste. Faça caminhadas pelas colinas do norte e desfrute de alguns produzidos localmente – e incrivelmente baratos, como os vinhos de Badacsony Hills.

6. Honduras

honduras

Para umas férias verdadeiramente económicas na América Central, o voto vai para as Honduras. O país não está nos lugares cimeiras das melhores vistas, mas compensa em praias de areia branca ao estilo de Maldivas, locais para mergulho para rivalizar com o Mar Vermelho, e comida e bebida muito baratas.

Um dos centros mais movimentados ao longo deste trecho idílico é Puerto Cortes, um porto movimentado famoso pelo comércio de bananas, com forte herança espanhola, sinais que sobrevivem até hoje.

Vale a pena fazer uma viagem de duas horas de carro para o noroeste até Comayagua – o antigo centro religioso e político do país, onde permanecem até aos dias de hoje os bonitos edifícios coloniais e cafés.

7. Bulgária

bulgária

Os resorts do Mar Negro da Bulgária passaram por um período de grande crescimento com os visitantes britânicos nos últimos anos, provavelmente por serem tão acessíveis financeiramente, quando comparando com os tradicionais destinos de férias da Europa.

Se preferir umas férias na praias, a capital Sofia oferece comida saudável, ótimas bebidas e alojamento de qualidade por cerca de 40€ por dia. Esta é a segunda cidade mais antiga da Europa e está cheia de museus e galerias, incluindo o Museu de Arte Socialista e Museu Nacional de Literatura.

Apesar de se tornar um destino de viagem surpreendente, muitos lugares fora de Sofia permanecem relativamente intocados por turistas e, como tal, ainda mais baratos são!

8. Sri Lanka

Sri Lanka

Com praias de areia fina, montanhas que quase tocam o céu, plantações de chá e palmeiras paradisíacas, Sri Lanka mostra-se praticamente como um destino de férias perfeito.

O turismo moderno começou a crescer nesta idílica ilha do sul do Oceano Índico na década de 1960, mas de alguma forma conseguiu ficar à margem de muitos itinerários do sudeste asiático, por isso ainda é possível ter umas férias de luxo, gastando cerca de 30€ por dia.

E não perca os destaques turísticos: os templos Sri Maha Bodhiya, em Anuradhapura e o Sri Dhalada Maligawa, em Kandy – os lugares mais sagrados em todo a ilha.

Procura um paraíso na terra a preços simpáticos? Marque as suas férias no Sri Lanka com a TopAtlântico >> 

9. Argentina

argentino

Desde as selvas das planícies centrais em La Pampa, até às acidentadas montanhas dos Andes, na fronteira ocidental com o Chile, há muito para ver e fazer na Argentina, o oitavo maior país do mundo. Experimente a vida colorida e extravagante da capital argentina, mantendo-se longe dos principais pontos turísticos e pode não gastar mais que 45€ por dia.

E desfrute do que é realmente importante: os brilhantes e corajosos murais que adornam muitos dos edifícios de Buenos Aires, ver o anoitecer pelas ruas de San Telmo e desfrutar da vibração boémia da cidade nos restaurantes e bares.

Mas se preferir ficar longe de toda esta agitação, e ver algumas das paisagens mais espetaculares do mundo, então claro que deverá incluir uma viagem à Patagônia no seu roteiro. Aqui, prepare-se para a abundância de pinguins, golfinhos e baleias na reserva natural protegida pela UNESCO.

10. Grécia

grécia

Devido às dificuldades económicas do país, o custo de umas férias na Grécia diminuiu bastante nos últimos anos. Apesar de ainda ser dispendioso ficar nalgumas ilhas famosas como Santorini ou Mykonos, existem destinos mais calmos e acessíveis, como Paros ou Skiathos.

Os ferries viajam regularmente entre as ilhas, por isso verifique os preços atualizados e horários – a maioria das ilhas do mar Egeu estão a quatro ou cinco horas de distância.

Aproveite os programas de férias da TopAtlântico e desfrute de uns dias de descanso na Grécia. Saber mais >> 

Veja também: