Os 10 países mais felizes do mundo em 2016

Dinamarca, Suíça e Islândia ocupam os lugares cimeiros do ranking dos países mais felizes do mundo em 2016.

Os 10 países mais felizes do mundo em 2016
Sabe o que carateriza um país feliz?

Aproveite as promoções para dormidas nos países mais felizes do mundo

O Relatório Mundial da Felicidade 2016 é um precioso aliado para a gestão pública e ajuda a potenciar o desenvolvimento e o progresso de cada país. Publicado pela ONU e avaliando 156 países, deu este ano o ouro, prata e bronze aos países mais a Norte da Europa: Dinamarca, Suíça e Islândia. Estão escolhidos então os países mais felizes do mundo em 2016.


Como identificar os países mais felizes do mundo?

Avaliar o grau de felicidade de um povo e colocá-lo num ranking é um processo muito complexo. E compreendê-lo pode ser meio caminho andado para ajudar a perceber por que motivo 7% da população mundial (cerca de 400 milhões de pessoas) sofre de depressão, a doença mais incapacitante de todas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Mas hoje estamos aqui para falar de coisas felizes, ou melhor, dos países mais felizes do mundo. E isso implica que uma equipa de especialistas em diversas áreas, como economia, psicologia, estatística, saúde, administração pública, analisem exaustivamente 6 fatores:
 
  • Produto Interno Bruto (PIB)
  • Apoios sociais
  • Esperança média de vida
  • Liberdade para a tomada de decisões e escolhas
  • Generosidade
  • Confiança (avaliação dos níveis de corrupção)



Descobrindo os 10 países mais felizes do mundo em 2016

 

Dinamarca

Somos todos mais felizes no verão, verdade? Talvez não seja bem assim… A prova disso mesmo é o facto de a Dinamarca ocupar o topo da tabela. Aqui as temperaturas nos dias mais quentes raramente irão ultrapassar os 20 graus. Mas privilegiam-se outros aspetos: a modéstia, a pontualidade e a igualdade. Um estilo de vida muito particular, que se reflecte no “hygge”. Os dinamarqueses sabem que o mais importante é o seu bem-estar e que os conflitos desnecessários e desgastantes devem ser evitados. 


Suíça

Se pensarmos nas boas condições de vida, nos salários mais que simpáticos, no baixo nível de desemprego, e nos excelentes cuidados de saúde e educação não é de admirar que a Suíça continue a ocupar lugar de topo na tabela dos países mais felizes do mundo.


Islândia

A sorte da Islândia foi este estudo ter sido realizado entre 2013 e 2015, pois hoje talvez a sua posição fosse muito diferente, devido ao escândalo mundial Panama Papers. Mesmo assim, não podemos negar que as piscinas naturais de águas térmicas são verdadeiramente apetecíveis…


Noruega

Durante seis meses, a Noruega passa a maior parte dos seus dias em quase total escuridão, com noites muito longas e dias curtos. Por outro lado, os noruegueses não têm salário mínimo e o ensino é completamente gratuito até mesmo na universidade.


Finlândia

Se estamos a falar na terra do Pai Natal, então, claro que teria de constar nesta lista! Não nos podemos esquecer das magníficas auroras boreais – um verdadeiro espectáculo visual. Nem dos mais de três milhões de saunas… Nem do bacalhau tão apreciado em Portugal e que tem na Noruega a sua proveniência…


Canadá

O Canadá acumula uma variedade de dados curiosos: é um país de extremos, a temperatura pode atingir os 40ºC no verão e baixa para os -33ºC no inverno; tem duas línguas oficiais, o inglês e o francês; detém metade da água doce existente no planeta nos mais de 25 mil lagos do país; e metade dos ursos polares que habita o planeta Terra vive no Canadá. 


Holanda

Um país que tem as tulipas como cartão-postal só podia ser um local com gente feliz!


Nova Zelândia

Aqui localizam-se algumas das paisagens naturais mais bonitas do mundo. E, provavelmente, ajudou em muito o facto da trilogia “O Senhor dos Anéis” ter catapultado este país para a fama.


Austrália

Grande Barreira de Corais. É preciso dizer mais?


Suécia

É certo que 30% do salário de um sueco é utilizado em impostos. Em compensação, os serviços básicos de saúde e educação são gratuitos.

E Portugal? Ocupa o 94.º lugar deste ranking dos países mais felizes do mundo. Parece que a “desdita” e o “triste fado” poderão afinal representar bem este país, onde a falta de liberdade para fazer escolhas ao longo da vida e a falta de generosidade são alguns dos aspectos a melhorar.
 
 

Em 2015, este foi o top 10 dos países mais felizes do mundo

  • Panamá
  • Costa Rica
  • Dinamarca
  • Áustria
  • Brasil
  • Uruguai
  • El Salvador 
  • Suécia
  • Guatemala 
  • Canadá 
 
Veja também: