Quais são os países que estão melhor preparados para lidar com mudanças?

Estaremos preparados para lidar com mudanças? E os países, como se preparam para tal? Conheça o top 15 dos países que estão melhor preparados para lidar com mudanças.

Quais são os países que estão melhor preparados para lidar com mudanças?
A mudança é sempre algo que, inicialmente, se estranha

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancersA mudança é algo que se estranha sempre antes de se entranhar. O ser humano é, por natureza, um animal de hábitos, de rotinas, que procura equilíbrio e estabilidade dentro do que é também a sua personalidade. Também os países, de uma forma geral, têm de estar preparados para as mudanças, aquelas que são planeadas e as outras que nos apanham, tantas vezes, de surpresa.

O Change Readiness Index, que significa CRI ou Índice de Disponibilidade para a Mudança, avalia periodicamente os países que estão melhor preparados para a mudança. Neste estudo, feito pela consultora internacional KPMG, são frequentemente avaliados cerca de 127 países, respeitando variados critérios.
 

Lidar com mudanças: os paises mais bem preparados

1. Singapura

Singapura, na Ásia, é considerado o país com maior capacidade para lidar com mudanças, talvez por ser um local de passagem a nível mundial, recebendo constantemente pessoas de todo o mundo.
 

2. Suíça

O segundo país com melhor capacidade para lidar com mudanças é um país Europeu, a Suíça.
 

3. Hong Kong

A fechar o top três, mais um país asiático que reúne todos os fatores favoráveis que ajudam a lidar com mudanças.


Conheça os restantes países que sabem lidar com mudanças:
4. Noruega (Europa)
5. Emirados Árabes (Ásia)
6. Nova Zelândia (Oceânia)
7. Catar (Ásia)
8. Dinamarca (Europa)
9. Suécia (Europa)
10. Finlândia (Europa)
11. Holanda (Europa)
12. Alemanha (Europa)
13. Reino Unido (Europa)
14. Canadá (América)
15. Japão (Ásia)

 

Que mudanças podem mexer com um país?

Existem vários fatores que podem contribuir para um país ter de saber lidar com mudanças. A capacidade de preparação é fulcral para que, num episódio de mudança súbita, seja possível reagir coerente e eficazmente. Neste âmbito, é premente identificar o que pode contribuir para as mudanças num país, como por exemplo: catástrofes naturais, crises económicas, alterações governamentais, tendências de consumo ou económicas, alterações tecnológicas ou demográficas.
 

O que torna um país mais eficiente?

Quanto mais eficiente, maior é a capacidade de um país reagir de forma eficaz à mudança, seja ela planeada ou não. Neste estudo agora anunciado, foram identificados pilares fundamentais que podem ditar a eficiência de um país. São eles: a capacidade de desenvolver novos negócios, a capacidade que o governo vigente tem de governar em situações de crise e, por fim, a capacidade da sociedade, de uma forma geral, adaptar-se às mudanças que existirem.


Veja também: