O importante papel do pai na gravidez

É a mãe que carrega o bebé, mas o papel do pai na gravidez também é importante. Ainda tem dúvidas?
 

O importante papel do pai na gravidez
Podem não estar “grávidos”, mas devem participar ativamente na gravidez

Este é dedicado aos futuros papás… sim, os homens e ao papel do pai na gravidez. É certo que muitas vezes parecem ter uma presença secundária, ou não estivessem as atenções centradas nas mães, mas não é bem assim.

Ainda que a gravidez propriamente dita seja um “trabalho” da mãe, há muitas formas dos pais se envolverem e partilharem esta jornada. Saiba como.


O papel do pai na gravidez: 4 coisas a não esquecer


A gravidez é um caminho longo a percorrer para os futuros papás. Afinal de contas são nove meses de espera pelo pequeno rebento.

Nos dias de hoje a gravidez já não é só assunto de mulheres e são cada vez mais os homens que vivem intensamente as gravidezes das suas companheiras. E é assim que deve ser. De facto, alguns estudos revelam mesmo que a gravidez se torna uma experiência mais agradável quando os pais se envolvem de forma mais ativa na gravidez. Por isso, se é um futuro papá, saiba que o seu papel na gravidez importa. É a si que cabe desempenhar o papel principal, de protagonista, bem ao lado da sua esposa, namorada ou companheira nesta história da vida real.

Para o ajudar nesta tarefa, decidimos compilar algumas dicas que o vão ajudar a estar mais presente, a mostrar isso mesmo à sua companheira e – acima de tudo – a viver de perto a gravidez.


Seja compreensivo

Durante a gravidez a mulher está sujeita a muitas alterações. Sejam elas hormonais ou físicas, ela vai precisar de todo o carinho e atenção que lhe possa dar. Por isso assegure-se que lhe mostra que está ao lado dela durante todo o caminho. E prepare-se, vão ser dias de muita ansiedade e nervos. Faz parte do seu papel de pai perceber isso e a estar lá para ouvir as queixas sobre as dores nas costas, os pés inchados ou até a falta de posição na cama para dormir. Nesta fase são muitas as emoções e mudanças com a mulher tem que lidar e é importante para ela que lhe mostre que pode contar consigo. Afinal, a compreensão funciona nos dois sentidos.



Informe-se

A melhor forma de ser compreensivo e de dar todo o apoio que precisa é saber o que está para vir. Sim, certamente conhece os fundamentos básicos da gravidez: a mulher engravida, a barriga cresce, passam nove meses e o bebé nasce. Simples, não é? Não. Durante esses noves meses a mulher passa por imensas alterações e há muito para fazer. Por isso o melhor mesmo é estar informado sobre tudo. Desde as consultas e exames médicos, às aulas de preparação para o parto, as fases de desenvolvimento do bebé, e por aí fora…



Ajude-a

Nos primeiros meses de gravidez, é normal que a sua companheira se sinta muito cansada. Dê-lhe uma mãozinha e a ajude-a a descansar sempre que possível. Uma boa massagem também ajuda.



Participe

Que é como quem diz, seja ativo. Ajude-a a pensar em nomes de bebé, a escolher as roupinhas, a decorar o quarto… E já agora aproveite para passarem muito tempo juntos antes da chegada da criança para sair, jantar fora, ir ao cinema, passear…


A aventura começa agora

Esta é uma aventura que começa a dois e acaba a três (ou mais). E será uma aventura para a vida. Mais do que acompanhar a sua companheira às consultas ou exames pré-natais, o que importa é mostrar interesse e disponibilidade - a futura mamã e o futuro rebento agradecem.
Proteja a saúde da sua família >>
Veja também: