Paracetamol: tudo o que precisa de saber

O paracetamol é utilizado no tratamento de situações clínicas que requerem um analgésico e/ou um antipirético.

Paracetamol: tudo o que precisa de saber
O medicamento mais utilizado em Portugal é o paracetamol

O paracetamol é um dos fármacos mais utilizados a nível mundial. Decerto, em algum momento da sua vida, já tomou este fármaco. Contudo convém saber algo mais sobre esta susbstância activa: como a utilizar e em que situações a tomar.


Tudo sobre o paracetamol


1. Nomes comerciais mais frequentes do paracetamol

Ben-u-ron, Panadol, Panasorbe, Paracetamol (genéricos).



2. Formas farmacêuticas do paracetamol

As formas farmacêuticas mais conhecidas são em xarope, supositórios, comprimidos e em solução para perfusão. O paracetamol pode ser encontrado em combinação com outros fármacos, como o tramadol.
 


3. Antes de tomar paracetamol 

É importante que leia o folheto informativo e que esclareça quaisquer dúvidas que possa ter com o seu médico. 



4. Indicações do paracetamol

Situações em que possam existir febre ou dores ligeiras a moderadas, tais como sintomas gripais, reações sensíveis a vacinas, dores de dentes, enxaquecas, dores de cabeça, dor de ouvidos, traumáticas, musculares, articulares ou menstruais.



5. Doses recomendadas

  • No caso das crianças a dose de cada toma deverá ser de 10 mg por cada quilo de peso da criança. As doses podem ser tomadas cada 6 a 8 horas (3 a 4 vezes por dia).
  • No caso dos adultos recomenda-se a toma de 1000mg de 8 em 8 horas.

 

6. Contraindicações do paracetamol

Este medicamento está contraindicado nas seguintes situações: 
  • Se é alérgico ao paracetamol;
  • Se tem alguma doença do fígado. 
 

7. Tome especial cuidado com paracetamol  

  • Se tem insuficiência renal ou do fígado;
  • Se tem doença de Gilbert (doença metabólica hereditária rara);
  • Se tem febre por mais de 3 dias, febre alta (acima de 39ºC) ou febre recorrente;
  • Se está a tomar outros medicamentos contendo paracetamol.

 

8. A gravidez e o paracetamol

Existe evidência epidemiológica e clínica sobre a segurança da administração de paracetamol durante a gravidez. Contudo, o paracetamol apenas deve ser usado na gravidez depois de uma avaliação cuidadosa do risco-beneficio. 



9. O aleitamento e o paracetamol

O paracetamol é excretado no leite materno, mas em quantidades clinicamente insignificantes.
 


10. Em caso de sobredosagem de paracetamol

Se tomar mais paracetamol do que deveria contacte imediatamente o serviço de urgência do hospital mais próximo. Se tomou, acidentalmente, demasiados comprimidos ou se outra pessoa ou criança tomou o seu medicamento, leve consigo a embalagem de Paracetamol.

Em caso de sobredosagem podem ocorrer os seguintes sintomas:
  • Náuseas;
  • Vómitos;
  • Transpiração;
  • Sonolência;
  • Mal-estar;
  • Dores fortes no abdómen.


Notas gerais sobre o paracetamol

  • Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. 
  • Engula os comprimidos inteiros ou desfeitos num copo de água.
  • Não tome paracetamol por mais de 10 dias, salvo indicação em contrário do seu médico.
  • Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.
  • Manter fora do alcance e da vista das crianças.
  • Conservar a temperatura inferior a 25ºC. 
  • Conservar na embalagem de origem para proteger da luz.
  • O paracetamol não deve ser administrado antes dos 3 meses sem antes consultar o médico.

Veja também:

Raquel Pacheco Neves Raquel Pacheco Neves

Farmacêutica, Raquel Pacheco Neves é especialista na prevenção e no tratamento das mais variadas patologias, no que à farmacologia diz respeito. Com uma paixão especial pela puericultura, a promoção da saúde tem sido, desde sempre, o seu principal objectivo profissional.
O seu mais recente projeto é o portal Bébéu.