Poupe até 500€ por ano no seu seguro de vida!

Os nossos clientes pagam menos 60% no Seguro de Vida para o Crédito Habitação. Saiba como.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Como participar um sinistro numa habitação

Saiba quais os passos a dar para participar sinistro numa habitação. Prazo máximo para comunicar o sinistro à seguradora.

Como participar um sinistro numa habitação
O que fazer.

Em caso de sinistro em casa, o segurado deverá comunicar à seguradora a situação ocorrida no mais breve prazo possível. No entanto, participar sinistro numa habitação obedece a procedimentos específicos gerais. Conheça tudo o que deve saber para participar sinistro numa habitação.
 

Sinistro na habitação: o que fazer

Em caso de sinistro na habitação o segurado deve comunicar o mesmo de imediato à sua seguradora, através de participação por escrito (em praticamente todas as seguradoras é possível efetuar a participação por via online), no prazo máximo de oito dias, a partir da data do seu conhecimento.

Os elementos a constar na participação são os seguintes:
  • Identificação completa do segurado (número da apólice do seguro, data e hora da ocorrência e as suas causas - conhecida ou provável);
  • Natureza do sinistro;
  • Verba provável dos prejuízos;
  • Todos os outros elementos necessários ou que ajudem à sua boa caracterização.


A partir daqui o segurado tem, também, as seguintes obrigações:
  • Colocar todos os meios ao seu alcance para diminuir ou evitar o agravamento dos prejuízos resultantes do sinistro e salvar os bens seguros;
  • Não remover ou alterar, nem permitir que sejam removidos ou alterados, quaisquer vestígios do sinistro, sem acordo prévio da seguradora;
  • Conservar os salvados; 
  • Indicar à seguradora todas as provas solicitadas, bem como todos os relatórios ou outros documentos que detenha ou venha a obter.

Consoante o tipo de sinistro, além destes procedimentos, pode ser necessário acrescentar outras informações, adjacentes às indicações gerais, que serão indicadas pela seguradora. Por exemplo, o auto de ocorrência das autoridades no caso de furto ou roubo ou relatório da intervenção dos bombeiros nos casos de incêndio ou inundações.

 

Obrigações da seguradora em caso de sinistro numa habitação

Assim como o segurado, também a seguradora tem obrigações a cumprir em caso de sinistro numa habitação, devendo efetuá-las de forma célere, tais como:
  • Investigar o sinistro;
  • Calcular os danos e pagar as indemnizações devidas.

A indemnização ou autorização para a reparação ou reconstrução dos danos deve ser paga pela seguradora assim que estejam concluídas as investigações e a avaliação dos mesmos. Caso não o faça no prazo de 30 dias, tendo já em sua posse todos os elementos necessários, a seguradora terá que pagar juros sobre o valor da indemnização.


Veja também: