Publicidade:

Passear o cão: regras essenciais e cuidados a ter

Descubra tudo o que deve saber na hora de passear o cão. Esta pode ser uma atividade relaxante, com benefícios para o dono e para o animal.

Passear o cão: regras essenciais e cuidados a ter
Dicas para levar o amigo de quatro patas à rua

Ter um animal de quatro patas em casa implica mais do que festinhas e mudar a taça da água de vez em quando, especialmente quando falamos de um cão. Passear o cão é uma responsabilidade, mas deve ser também um momento de ligação entre dono e animal, bem como uma fonte de diversão para ambos.

4 regras a cumprir quando está a passear o cão


passear o cãoFonte: Pixabay/tomaswesterlund

Na relação que se estabelece entre dono e cão, não é só o animal que deve aprender e respeitar certas regras de comportamento. Também o dono tem de conhecer as leis e obrigações a cumprir para circular com o animal na via pública.

Utilizar trela

Embora muitos donos não respeitem esta regra, a verdade é que o uso de trela é obrigatório aquando da presença em lugares públicos. No entanto, uma vez que o animal precisa de liberdade para se exercitar, compete ao dono avaliar o local de forma responsável e perceber quando pode, ou não, abdicar da trela. Para além deste elemento, os cães devem ainda usar coleira ou peitoral com o seu nome, a identificação do dono e o contacto do mesmo.

Não deixar o cão sozinho

O dono não pode deixar que o seu cão circule sozinho na via pública ou arrisca-se a ser multado. O animal deve estar sempre acompanhado por um responsável.

Cuidados especiais com cães de raça potencialmente perigosa

Os cães cuja raça seja considerada potencialmente perigosa só podem circular em locais públicos quando acompanhados por um maior de 16 anos. O animal deve, ainda, utilizar açaime funcional e, para além da coleira ou peitoral, uma trela curta (até um metro de comprimento).

Passeios na praia

A presença de cães em praias concessionadas costuma ser proibida durante a época balnear e permitida durante o resto do ano. Porém, o dono do canídeo deve ler o edital da praia e ver com atenção os sinais colocados à entrada, para confirmar as regras.

No caso de uma praia não concessionada, não é costume haver proibição – mas, ainda assim, é importante verificar a sinalética do local. A exceção a esta regra vai para os cães de assistência, que podem visitar qualquer praia – quer seja inverno ou verão.

Cuidados a ter ao passear o cão


passear o cao

Nem só de regras se fazem os passeios e, embora não sejam obrigatórias, existem boas práticas que merecem a atenção dos donos. Fique a conhecer quais os cuidados que deve ter quando está a passear o cão:

  • Sempre que o animal puxa a trela, o dono deve dar-lhe um puxão para o corrigir;
  • Deve mostrar que é o “líder da matilha”, não permitindo que o seu cão caminhe à sua frente;
  • Deve tomar a máxima atenção ao cão quando este se encontra sem trela;
  • Deve garantir que o animal se exercita o suficiente;
  • Deve estar atento aos outros cães para evitar momentos de stress para o seu companheiro;
  • Deve dar mais trela ao cão enquanto ele procura um local para fazer as necessidades.

Benefícios de dar um passeio com o cão


Desengane-se se pensa que esta é uma responsabilidade sem explicação. Os benefícios desta atividade prendem-se, principalmente, com o facto de esta ser uma forma de exercício físico, que ajuda a diminuir problemas de saúde.

Caso leve o seu amigo de quatro patas para um parque ou uma praia, aproveite para relaxar e estar com contacto com a natureza. Esta é uma boa forma de esquecer os problemas do dia a dia.

Os passeios diários são, também, um modo de criar uma maior ligação emocional com o seu animal de estimação e, consequentemente, uma relação mais forte e equilibrada.

Veja também: