Películas nos faróis: o que saber

Com as películas nos faróis poderá ter problemas, já que as normas não são claras quanto às películas escuras nos faróis. Contudo não há nada que proíba.

Películas nos faróis: o que saber
Saiba como aplicar e o que diz, ou não diz a lei.

Há quem se queixe que tem problemas com a iluminação do carro. Os faróis alumiam, como se dizia antigamente, pouco.  Quando o objetivo é aumentar a potência e capacidade de luz há umas lâmpadas que vão um pouco mais além. Quando vê perfeitamente o caminho que segue, de dia e de noite, e quer dar um toque estético ao seu carro, pode pensar em colocar películas nos faróis. Mas fique-se pelo pensar já que pode meter-se em problemas.
Vamos conhecer a o que dizem as regras e perceber se as películas nos faróis são uma opção.
 

O Código

No que concerne às películas nos faróis pouco há divulgado, contudo no que respeita às películas escuras nos vidros as regras são bem claras.
Mas vamos ao que interessa: as películas nos faróis.

 

As cores

As regras dizem que os mínimos devem ser brancos - apesar de no filme serem amarelos -, os médios brancos ou amarelos e as luzes de nevoeiro da frente brancas e as de trás vermelhas. Os piscas devem ser laranjas ou vermelhos e os de travão vermelhos ou laranjas também. 
Desta forma, há apenas menção à cor e não ao grau de opacidade, podendo haver mais do que uma interpretação.

 

As distâncias

Contudo, há ainda mais informação, que deve ter em atenção. Referimo-nos às distâncias. 
Os mínimos têm de ser vistos a 100 metros de distância. Os médios devem permitir que o seu carro seja visível também a 100 metros de distância, mas devem ainda projetar a luz no solo por uma distância de 30 metros. Os máximos devem atingir pelo menos 100 metros, quando o tempo está limpo claro, com nevoeiro é bem complicado.

 

As películas

A película, aplicada nos faróis, se utilizar as corretas não vão tirar a capacidade de alcance do feixe de luz, contudo tenha cuidado pois pode haver películas que impeçam os limites legais.

 

Como aplicar

  • Limpar o farol de forma a deixá-lo sem gorduras, sendo que no final deve estar seco. 
  • De seguida comece por cortar um pedaço de película que cubra todo o farol, este deve ser retirado antes de o limpar.
  • Aplique a película, de forma a não deixar bolhas de ar.
  • Corte o excesso com uma lâmina, mas tenha cuidado para não riscar a ótica.

Pode tentar fazer em casa, contudo, sendo que pode estragar as óticas ao colocar películas nos faróis, será mais vantajoso recorrer aos serviços de uma empresa especializada. Poderá pagar mais inicialmente, mas não vai correr riscos, já que o trabalho é feito por especialistas.


Veja também: