AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

10 Perguntas bizarras numa entrevista de emprego

Nem sempre as entrevistas de emprego seguem o guião mais convencional. Conheça algumas perguntas bizarras que alguns candidatos tiveram que responder. 

10 Perguntas bizarras numa entrevista de emprego
Há empresas que optam por colocar questões mais criativas.

Pode até achar que está preparado para a próxima entrevista de emprego, mas será que está mesmo? Então responda esta pergunta: se fosse um carro, qual seria? Ou então: como venderia um frigorífico a um esquimó? Sim, pode não acreditar mas estas questões foram mesmo colocadas a candidatos durante entrevistas de emprego. E são apenas alguns exemplos. Descubra outras perguntas bizarras colocadas em entrevistas de emprego.


10 Perguntas bizarras

Esqueça os padrões e as normas convencionais. Nem todas as entrevistas são compostas por questões como: “fale-nos sobre si”, “porque devemos contratá-lo?” ou “porque deixou o seu último emprego?”.

A verdade é que – cada vez mais – são muitos os recrutadores que optam por algo mais criativo, digamos assim. E se à primeira vista os exemplos iniciais lhe podem parecer caricatos e despropositados, saiba que nada é por acaso. Estas perguntas – as bizarras – permitem aos recrutadores tirar muitas conclusões sobre o pensamento crítico, criatividade e capacidade para reagir sob pressão e (até) as competências técnicas dos candidatos.

A Google ou a Amazon são dois dos exemplos mais conhecidos de empresas que usam esta técnica de entrevista. Mas não estão sozinhas. E a tendência tende a alargar-se a outras empresas. Prova disso são os exemplos de perguntas bizarras colocadas a candidatos (já durante este ano), compiladas pelo site Glassdoor. Aqui ficam alguns dos exemplos mais peculiares. Ora veja.

1. Qual é a sua princesa da Disney favorita?
2. Qual é a sua música favorita dos anos 90?
3. Quem venceria numa luta entre o Homem-Aranha e o Batman?
4. O que levaria consigo para uma ilha deserta?
5. Dê-nos uma estimativa do número total de carros existentes no Reino Unido.
6. Qual é o seu evento histórico favorito?
7. Como construiria uma Torre Eiffel?
8. O que pensa sobre os gnomos de jardim?
9. Será que Mahatma Gandhi daria um bom engenheiro de software?
10. Quarto, secretária e carro, qual deles limparia primeiro?


Seja criativo!

Responder a qualquer uma destas perguntas não é fácil. Mas, em boa verdade, também não é uma resposta pré-fabricada que se pretende. As perguntas mais frequentes ainda que digam muito do perfil de cada candidato, muitas das vezes não permitem traçar um perfil real e fidedigno dos mesmos. É aqui que estas perguntas mais excêntricas entram. Perante uma pergunta inesperada, o candidato estará mais predisposto a dar uma resposta mais espontânea, até porque – diga-se – não existem propriamente respostas certas ou exatas. O que o recrutador pretende é analisar a sua capacidade de reação e quanto mais natural for, melhor.

Preparação? Não há. A única dica que lhe podemos dar é que esteja pronto para enfrentar estas perguntas e preparado para justificar as suas opções. Depois pode também usar as nossas dicas para responder a questões difíceis (como estas). Mas no fundo tudo se resume à sua capacidade de encaixe e reação. Ação-reação. Lembre-se disso!


Veja também: