Test Drive: pode um Mini ser um carro de família?

Pode um Mini ser um carro de família? O Mini Countryman é uma excelente opção familiar, conta com quatro portas, cinco lugares e muito espaço interior.

Test Drive: pode um Mini ser um carro de família?
Um Mini Countryman tem espaço para cinco ocupantes

Maior, melhor, mais económico mas ainda mais refinado do que a geração anterior. O renovado Mini Countryman 2017 é hoje um automóvel mais espaçoso e mais prático que um Mini de duas portas. Mas será que pode um Mini ser um carro de família? Sim. O Countryman mantém não só o estilo e a condução do modelo mais pequeno como também se torna uma opção como carro de família.

O Mini Countryman cresceu 20 centímetros de comprimento, três centímetros de largura e 7,5 centímetros entre eixos. Está maior, mas mantém a silhueta semelhante à anterior geração. Atrás existe mais espaço para pernas, ombros e cabeça, o que permite viajar em conforto durante muito tempo nos bancos traseiros. A bagageira tem mais 100 litros passando para os 450 litros. Se precisar de rebater os bancos traseiros a capacidade da bagageira pode chegar aos 1540 litros.

Pode um Mini ser um carro de família

Mini

No habitáculo a marca dotou este Countryman de novas combinações de cores e materiais com materiais de muita qualidade, ao mesmo tempo que lhe colocou mais equipamento de série, como por exemplo, o ar condicionado automático bizona, carregamento sem fios de baterias de smartphones, Bluetooth, cruise control, faróis full LED adaptativos e sensores de ajuda ao parqueamento. As versões de tração integral trazem ainda de série sistema de navegação e bancos aquecidos.

O velocímetro, que em tempos foi um elemento principal da consola central, passou a estar na zona da instrumentação, dando lugar ao ecrã do sistema de navegação. Logo abaixo surge o comando para trancar as portas e o enorme botão vermelho para arrancar/desligar o motor. Tudo está colocado nos locais de fácil acesso ao condutor.

Sensação de condução “Go-Kart Feeling”

MINIEmbora o Countryman seja maior e mais pesado do que um Mini tradicional, mantém a agilidade e segurança que identificam este modelo. No ensaio testámos a versão Mini Cooper SD Countryman 2.0, com 190 cavalos, que ao mesmo tempo que garante uma sensação de condução “Go-Kart Feeling” com arranques mais rápidos, apresenta uma direção que mantém muita agilidade e uma suspensão mais suave do que na primeira geração deste Countryman. Em termos de consumos, mantivemos uma média de 6 l/100 km.

 

Mini

Pode um Mini ser um carro de família? Na verdade, a marca britânica, após ter sido adquirida pelo grupo BMW conseguiu reinventar o icónico modelo e garantir que disponibiliza versões para todos os segmentos… e gostos!

Ficha Técnica MINI Cooper SD Countryman

  • Motor: 4 cil. linha, inj. directa, turbo, Diesel
  • Cilindrada: 1995 cm3
  • Caixa de velocidades: 8 automática
  • Potência: 190 cv
  • Binário: 400 Nm/1750 rpm
  • Velocidade máxima: 220 km/h
  • Aceleração: 7,7s (0-100 km/h)
  • Consumo médio: 4,6 l/100 km
  • Suspensão dianteira: Tipo McPherson
  • Suspensão traseira: Eixo de torção
  • Travões dianteiros: Discos ventilados
  • Travões traseiros: Discos
  • Peso: 1540 kg
  • Depósito: 51 l
  • Mala: 450 l
  • Emissões: 121 g/km CO2
  • PVP base: 41.041 €
  • PVP (versão ensaiada): 48.061,51 €

 

Veja também: