E se descobrisse que tem peças de valor em sua casa?

Tem uma peça em casa que quer vender e não sabe o seu real valor? A P55 trata de tudo. Avalia, protege e vende a sua peça pelo melhor valor. Só tem que preencher o formulário e enviar uma fotografia da peça ou peças que quer vender. Será contactado no prazo máximo de 48 horas.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar pedido de avaliação
(*) Campo opcional

10 factos curiosos sobre o poder da pintura nas nossas vidas

Desde as grutas de Chauvet, a pintura faz parte da nossa identidade como sujeitos pensantes e sensíveis. A sua história está repleta de curiosidades.

10 factos curiosos sobre o poder da pintura nas nossas vidas
A pintura é uma marca civilizacional e alvo de muitas curiosidades

O físico e matemático inglês, Isaac Newton, está na origem da roda das cores, pois descobriu que a luz do Sol é composta pelas cores do arco-íris. As cores têm poderes terapêuticos, são fundamentais para equilibrar o nosso estado físico, emocional e mental. É por isso que visitar uma exposição de arte reduz os níveis de stress. Estes são alguns factos curiosos sobre a pintura, mas há mais. Conheça-os aqui.


10 factos curiosos sobre a pintura

 

Sobre as cores

 
1. No Ocidente, de acordo com dados históricos, se a porta principal de uma casa estiver pintada de vermelho possui um de três significados: casa protegida pela boa sorte e pela felicidade, facto com antecedentes bíblicos; ser uma casa hospitaleira ou ainda ter a prestação da casa paga.
 
2. Na Idade Média, os pigmentos utilizados pelos artistas na pintura eram feitos à base de materiais preciosos e um fixador – por norma a têmpera de ovo.
 
3. De acordo com as indicações terapêuticas da Cromoterapia, as cores têm vibrações que afectam o nosso sistema imunológico, pois ativam determinadas funções orgânicas. Há cores que proporcionam um aumento da nossa autoestima, da produtividade e da capacidade de comunicação, enquanto que outras reduzem o stress e controlam os estados de ansiedade. Por exemplo, o amarelo tem uma influência significativa no sistema nervoso central, contribuindo para um aumento da vitalidade física e mental. Todavia, em exagero, potencia estado de irritabilidade.
 
4. No que toca à alimentação, consumir alimentos de cores variadas é essencial ao bom funcionamento do nosso organismo. Durante uma experiência científica, foram consumidos, no espaço de uma semana, apenas alimentos de cor branca. Os efeitos foram catastróficos ao nível do trato intestinal e do sistema respiratório. Os especialistas aconselham a ingestão de saladas e frutas muito coloridas.
 
5. Para além do vestuário, as cores dos ambientes nos quais vivemos e trabalhamos influenciam o nosso estado de humor, produtividade e descanso. É principalmente por esta razão que, tradicionalmente, as cores aplicadas em casa são de uma gama suave.
 
 

Sobre Arte e Artistas


1. O artista holandês Vincent Van Gogh pintou a conceituada obra “Starry Night” (1889) durante uma estadia num asilo no sul de França. A obra, atualmente, pertence à coleção do MOMA.
 
2. Depois de “Mona Lisa” (1503), pintura de Leonardo da Vinci, ter sido roubada do Louvre, em 1911, o espaço vazio da moldura atraiu mais visitantes do que a obra propriamente dita.
 
3. Em 2006, a obra “Roots” (1943), auto-retrato da artista mexicana Frida Khalo, foi considerada, no contexto sul americano, a mais cara de sempre, atingindo os 5 milhões e 200 mil euros em leilão.
 
4. Num episódio de “Antiques Roadshow” – programa televisivo da BBC, no qual as pessoas submetem antiguidades para avaliação - uma pintura, que tinha sido adquirida por 450 euros, afinal valia 580 mil euros. Foi certificada como sendo do artista belga Anthony Van Dyck.
 
5. O conhecido ator norte americano, Bill Murray, admitiu que a obra “The Song of the Lark” (1884), do artista francês Jules Breton, salvou-lhe a vida pois impediu-o de se suicidar.

 

Interessado em vender as obras de arte que tem em casa? 

Se pretende vender as obras de arte que tem em casa, então gostará de saber que a P55, a plataforma de bens de luxo em segunda mão, está disponível para avaliá-las e para negociá-las pessoalmente consigo.
 
O processo de venda inicia-se com um pedido de avaliação. Para o fazer pode:
  • Levar as obras à loja, sendo que deve marcar esta visita previamente;
  • Aceder ao site da loja e preencher um formulário com dados básicos e fazer o upload de algumas imagens das obras que pretende vender;
  • Pode ainda solicitar a deslocação de uma equipa de peritos a sua casa.
 
Feito o pedido de avaliação, a P55 responder-lhe-á no prazo de dois dias úteis e, no caso de haver interesse, prevê um período de venda estimado de 30 dias após consignação. Visite a loja física ou a loja online da P55!

Veja também: