Por que devem as crianças comer fruta e legumes?

Comer fruta e legumes, principalmente quando se trata de crianças, pode não ser uma tarefa fácil, mas vamos mostrar-lhe a importância de o fazer e como!

Por que devem as crianças comer fruta e legumes?
Truques para que os mais novos tenham uma alimentação equilibrada

Chega a hora da refeição e fazer o seu filho comer fruta e legumes parece uma tarefa impossível? Não se preocupe, pois não está sozinho. Criar o hábito de um regime alimentar equilibrado é algo que deve ser feito desde cedo, mas ninguém disse que era fácil…

A queixa de que o filho não come bem é uma das mais comuns e antigas nos consultórios pediátricos. A preocupação é legítima e tem uma explicação, já que se a sensação de fome ou de saciedade não corresponder à perceção emocional de que a mãe está feliz ou satisfeita com o que a criança comeu, pensa-se logo que algo se errado se passa.

E depois tudo vale para comer fruta e legumes, desde a estratégia do aviãozinho, às verduras escondinhas com outros alimentos, às “chantagens”, como uma das mais conhecidas: “se comeres a sopa toda, logo à tarde podemos ir ao parque”. Uma coisa é certa: as crianças aprendem pelo exemplo, por isso se também praticar um regime alimentar equilibrado, tudo será mais simples!
 

5 dicas para o seu filho comer fruta e legumes

 

1. Dê o exemplo a comer fruta e legumes

Como esperar que as crianças comam fruta e legumes se os adultos não o fizerem ou usarem expressões de desagrado em relação a este tipo de alimentos? Providencie, desde cedo verduras e fruta, de forma variada, porque isso ajudará a educar o paladar do seu filho, criando hábitos e rotinas e evite ter em casa alimentos pouco saudáveis.

 

2. Leve os seus filhos às compras

Envolver as crianças no processo de compra e preparação dos alimentos, pode ajudar, e muito, a que seja mais fácil comer fruta e legumes, principalmente se optar por fazer as aquisições em mercados tradicionais, ao invés de grandes superfícies comerciais, onde existem muitas opções pouco saudáveis. Explique-lhes a importância de cada alimento, para que percebem por que devem comer e, na hora da preparação, ajude-os a lavar, cortar e confecioná-los.

 

3. Varie na confeção

De certeza que conhece a expressão “os olhos também comem”, verdade? Por isso, aproveite a panóplia de cores, texturas e formas de frutas e legumes existente para preparar pratos divertidos, mais ou menos elaborados, crus ou cozidos… A sua imaginação será o limite e as crianças vão achar que afinal comer fruta e legumes pode ser bem divertido!

 

4. Não obrigue o seu filho a comer tudo

Se o seu filho já come alface, espinafres, tomate, agrião, entre outros, então por que insiste em fazê-lo comer outros legumes? Se já lhe deu a experimentar e ele não gostou, não insista. O mesmo se aplica em relação à fruta.

 

5. Não faça chantagem com a comida

Premiar ou castigar pelo que a criança comeu ou não pode não ser uma boa estratégia… As refeições não são uma brincadeira e reforçar comida com comida ou permitir trocas com outros alimentos ou doces não é saudável nem correto. Além de que assim estará a contribuir para o aparecimento de maus hábitos alimentares.


Lembre-se sempre que as crianças aprendem por imitação. Por isso, seja o melhor exemplo das crianças no que diz respeito a comer frutas e legumes, principalmente. Varie no tipo de alimento, mas também na forma de preparação e ficará tudo mais fácil.
Seguro de Vida com Proteção para Doenças Graves >>
Veja também: