Publicidade:

Poupança: sugestões high e low tech

Prefere controlar as poupanças de uma forma moderna ou tradicional? Saiba como fazê-lo das duas formas com as nossas sugestões high e low tech.

Poupança: sugestões high e low tech
Dicas de poupança

Poupar está sempre na ordem do dia e nunca é tarde para atualizar os mecanismos usados para isso mesmo, de acordo com as necessidades que vão surgindo. Deixamos-lhe aqui sugestões high e low tech para organizar o seu orçamento e poupanças.

Se confia na sua conta-poupança ou na caixa de sapatos que tem em casa, já está a poupar das duas formas. No entanto, com o advento das aplicações e dos seus usos em smartphones e smartwatches, com a facilidade de pagamentos online ou via app, surgem mecanismos de poupança interessantes.

Se prefere uma via mais tradicional, confie em si próprio e organize planos de poupança simples mas eficazes, com os quais vai conseguir observar os resultados em tempo real.

Poupar com sugestões high e low tech

Poupança low tech


1. Envelopes ou mealheiros

Uma das sugestões low tech que lhe damos, é usar um sistema de envelopes ou mealheiros com objetivos de poupança distintos. Por exemplo um para viagens, outro para o novo carro, outro para as obras em casa. Estabeleça quanto é que vai depositar todos os meses nestas “contas-poupança”, e faça-o sempre na mesma data, evitando a tentação de o gastar de imediato.

2. Prestações terminadas, dinheiro poupado

Se terminou recentemente de pagar as prestações da casa, do carro ou de outro empréstimo que tinha ativo, considere continuar a pagá-las… a si mesmo. Redirecione a percentagem do seu ordenado que estava destinado a esses pagamentos para uma conta-poupança ou guardado em casa. Já estava habituado a não ter esse montante disponível, no fundo, nada vai mudar, mas depois de algum tempo vai ter um valor generoso acumulado quando precisar de dinheiro novamente.

3. Diga não aos cartões

Esta sugestão é destinada a quem está dependente dos cartões de crédito ou até dos de débito. Se se inclui neste grupo e quer poupar, estabeleça um orçamento semanal do que pretende gastar, levante este dinheiro no início da semana e deixe os cartões em casa. Vai evitar compras por impulso. O facto de o dinheiro nos sair fisicamente das mãos e de termos uma noção mais real da quantidade que gastamos, vai ajudar-nos a ser mais comedidos nos gastos.

poupar

Poupança high tech


1. Contas poupança e ordenado

Esta é aquela dica que se insere em ambos os grupos de sugestões high e low tech de poupança. Parece algo básico, mas se usar a aplicação móvel do seu banco ou se estabelecer um ritmo de encher a sua conta poupança ou conta ordenado com um valor mensal, automaticamente, pode ter uma poupança considerável ao fim de algum tempo.

2. Apps financeiras

Em Portugal, pode utilizar as aplicações Money Pro, Minhas Despesas ou a Moneyboard, que lhe permitem ter tudo na palma da mão. Em todas estas apps tem de inserir alguns dados no que diz respeio a ganhos e gastos, e tem acesso a uma vista generalizada do que gasta e em quê. Através de representações visuais claras vai conseguir perceber onde pode poupar mais.

3. Apps de promoções

Outra forma de usar o seu smartphone ou smartwatch para poupar é estar atento às promoções e aos descontos. Todos os hiper e supermercados têm esta funcionalidade onde disponibilizam os folhetos ou cupões semanais. A aplicação do Kuanto Kusta permite-lhe comparar o preço do mesmo produto em lojas diferentes. Tem ainda a Sapo Promos, que reúne todos os folhetos das mais diversas lojas, num só local.

No poupar, está o ganho!

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.