Publicidade:

5 truques para poupar gás no aquecimento central

Os dias de frio parecem não ter fim e só vê a conta do gás a aumentar? Não desespere. É possível poupar gás no aquecimento central mantendo a casa quente.

5 truques para poupar gás no aquecimento central
Dicas para manter a casa quente evitando faturas elevadas

O aquecimento central a gás é considerado uma das soluções mais económicas para aquecer a casa. Ainda assim, quando o frio aperta é natural que os gastos subam. No entanto, é possível poupar gás no aquecimento central sem ter que estar desconfortável ou passar frio.

O aquecimento central a gás funciona através de uma caldeira e radiadores. É um sistema cuja instalação pode ser um pouco dispendiosa, mas simples de fazer e com um bom custo-benefício a longo prazo, uma vez que dura muito e exige pouca manutenção. Para além disso, também aquece a água que corre nas suas torneiras.

Não há dúvida de que é um sistema eficaz e cada vez mais preferido. Mas se sente que está a gastar demasiado gás talvez precise de mudar alguns hábitos ou fazer mudanças no sistema ou na própria casa.

5 dicas para poupar gás no aquecimento central

pooupar-gas-no-aquecimento-central

Se a conta do gás está acima do esperado por causa do aquecimento central, não é preciso soluções radicais como deixar de usar! No entanto, há pequenas coisas que pode fazer para reduzir um pouco o seu uso e assim poupar gás no aquecimento central.

1. Melhore o isolamento da sua casa

Se puser uma vela acesa junto às janelas e portas e a chama “dançar” é porque está a entrar uma aragem que não devia. Provavelmente tem que calafetar janelas e portas, colocar caixilhos novos, vidros duplos ou fitas isoladoras. Uma casa bem isolada mantém o frio lá fora e assegura que o calor interior não escapa, eliminando o uso excessivo do sistema de aquecimento.

Durante a noite, mantenha todas as persianas, estores e cortinas corridas, abrindo-as de manhã para permitir que o calor do sol aqueça a casa. Cortinas de tecido mais denso e tapetes ajudam a manter a casa mais quente e confortável.

2. Use só onde necessário

Há quem ligue o aquecimento central de forma igual para todas as áreas da casa. Mas se vai passar a tarde de fim-de-semana a ver filmes sentado no sofá, talvez não seja necessário manter o aquecimento ativo nos corredores ou cozinha, certo?

Aqueça apenas as divisões da sua casa que realmente têm um uso mais prolongado. O aquecimento de zonas menos usadas implica um gasto supérfluo de gás. Se preferir, opte por manter os quartos a uma temperatura amena para não sentir choque térmico ou vá ligando os radiadores à medida que precisa.

3. Regule e programe a temperatura

Se tem por hábito deixar o aquecimento central ligado durante a noite, ou mesmo durante o dia, para que quando chegue a casa já esteja tudo quente, experimente baixar a temperatura. Não use a potência máxima do seu equipamento, opte antes por uma posição intermédia.

No inverno, regule a temperatura para 20°C. Baixar a temperatura ou desligar o aquecimento durante a noite e em períodos de ausência também permite poupar gás no aquecimento central. Caso tenha um termóstato programável, a regulação poderá ser automática. Se já tiver um verifique se precisa de o calibrar.

4. Faça a manutenção adequada

Outra forma de poupar gás no aquecimento central é fazendo a manutenção aos aparelhos e filtros para evitar desperdícios de energia. Se a sua caldeira tem mais de 10 anos está na altura de pensar em mudar. Os equipamentos de aquecimento central atuais, sobretudo as caldeiras a gás, sofreram uma evolução técnica substancial tornando-os muito mais eficientes. Os equipamentos mais modernos permitem uma redução de consumos entre 20% a 35% em relação aos modelos anteriores.

5. Desligue a caldeira no verão

Nos meses mais quentes verifique se desligou o sistema de aquecimento central da sua caldeira. Com frequência, por esquecimento, muitas pessoas deixam o sistema de aquecimento central ligado no verão. Isto significa que, mesmo que não esteja a aquecer a sua casa, a caldeira está sempre a aquecer as tubagens de ligação ao radiador o que implica um maior consumo de gás.

Veja também:

Alexandra Nunes Alexandra Nunes

Alexandra Nunes é jornalista com experiência em imprensa e rádio. Depois de quase uma década a trabalhar na Rádio TSF partiu rumo ao Médio Oriente. A sede de conhecer novos mundos levou-a até ao Dubai, onde vive atualmente. Por lá, tem-se dedicado a explorar novas áreas da Comunicação e escreveu a biografia “Uma Mulher no Topo do Mundo” sobre a primeira portuguesa a chegar ao topo do Monte Evereste. É apaixonada por viagens, pessoas e as suas estórias.