Dicas para poupar na ceia de Natal

Este ano, a véspera de Natal é em sua casa? Saiba como poupar na ceia de Natal com algumas dicas simples.

Dicas para poupar na ceia de Natal
9 dicas de poupança

Estamos em dezembro e, se ainda não o fez, tem mesmo que começar a preparar o Natal. Para evitar esquecimentos e preocupações e para lhe pesar menos na carteira. A ceia de Natal é a noite para reunir a família e os amigos à mesa, com bons petiscos e muita alegria. Porém, feitas as contas, não sai barato.
 

Como poupar na ceia de Natal?

 
1. Antes de sair para as compras faça o menu. Decida o que vai servir (bacalhau, peru, polvo?), calcule o que vai precisar em função do número de pessoas, confirme o que lhe falta na despensa e compre apenas os ingredientes necessários. 
 
2. Defina um orçamento, faça uma lista de compras de acordo com o menu e cumpra. Com a lista na mão, será mais difícil desviar-se do seu destino e perder-se em promoções, bombons e outras tentações.
 
3. Faça tudo em casa. Esqueça os alimentos pré-preparados ou o take-away que lhe poupa tempo mas não a carteira. Além disso, não há nada melhor do que comida fresca e caseira.
 
4. Queijos e enchidos são deliciosos mas caros, além do que tiram o apetite para o prato principal. Opte por algo mais simples como uma salada de tomate e azeitonas, uns ovos mexidos com pimentos ou uma sopa de legumes assados.
 
5. Se vai receber muita gente na ceia de Natal por que não pedir aos convidados para contribuir? A sua mãe leva as batatas, o sogro o vinho, a aletria faz a avó, as rabanadas deixe com a sua tia e a sua irmã pode levar os legumes. 
 
6. Esteja atento às promoções e compre com antecedência tudo o que for possível como, por exemplo, bebidas, farinha, aletria ou ovos. Mas tenha atenção e, antes de comprar, confirme os preços no hipermercado vizinho.
 
7. Se vive numa zona rural, pode valer a pena espreitar o mercado da vila ou mesmo falar com o vizinho que cultiva algumas hortícolas. Os preços são mais em conta do que no hipermercado e a qualidade é superior. As feiras semanais também podem ter preços mais em acessíveis. 
 
8. Sempre que possível, opte por produtos de marca branca. Poupe na farinha, no açúcar, na aletria e na canela para poder gastar mais um bocadinho no bacalhau e no azeite.
 
9. Sonhos, bolos de bolina, pudim francês, pudim Abade de Priscos, aletria, leite-creme, rabanadas, rabanadas de vinho, regueifa doce, pão de ló, bolo Rei, formigos, tronco de Natal… precisa mesmo de fazer estas sobremesas todas? Pense de novo. 
 
Veja também: